quinta-feira, 23 de julho de 2015

Alpha Notícias: Chery comemora um ano de fábrica e a sua ampliação

 
 
Com aporte de R$ 400 milhões o modelo Tiggo 5 será produzido no país

Texto e Fotos: Assessoria de Imprensa 

Prestes a completar um ano da inauguração de sua primeira fábrica no Brasil, a Chery anuncia mais um investimento no país: a confirmação da nova linha de montagem da fábrica, destinada à produção de uma nova versão do Tiggo 5, modelo que será lançado no final de 2015, ainda importado. 

O aporte, de R$ 400 milhões, foi protocolado no Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, e será feito ainda esse ano, em setembro. A previsão é que as obras levem 18 meses até o início da operação da linha, que terá capacidade para montar até 30 mil unidades / ano, gerando 220 novas vagas de emprego. 

O SUV será o terceiro modelo a ser fabricado na planta da Chery em Jacareí, que já conta com a produção do Novo Celer e, ainda esse ano, começa a produzir o New QQ. Com ela, 200 postos de trabalho serão criados ainda esse ano, aumentando o quadro atual da planta, que é de 500 colaboradores. 

 Polo Indusytiral
 
A Chery Brasil deu mais um passo para consolidar ainda mais sua presença no Brasil: a montadora e a prefeitura municipal de Jacareí anunciaram a parceria entre as partes para a instalação do Polo Automotivo e Tecnológico de Jacareí. 

O compromisso foi assumido publicamente em maio último, durante a visita do Primeiro Ministro da China, Li Keqiang, ao Brasil. O Polo contará com 24 empresas que se instalarão ao redor da fábrica de automóveis da Chery, totalizando 25 companhias, a beira da Via Dutra, em uma área de quatro milhões de metros quadrados. 

São estimados US$ 300 milhões de investimentos. Se considerados os US$ 400 milhões já aportados pela Chery para a construção de sua planta fabril, o valor total chega a US$ 700 milhões. “Esta é mais uma prova de que a Chery veio para fincar raízes sólidas no país e que acredita veementemente no potencial do mercado consumidor nacional. 

Somos a maior montadora de origem chinesa presente na América Latina. E o Brasil é o head quarter dessa operação”, diz Luis Curi, vice presidente da empresa. Uma empresa já confirmou sua participação no Polo, a Brazul Logística e Transportes, e mais oito estão em negociação avançada. 

Essas companhias são fabricantes de autopeças, sendo fornecedoras de rodas, amortecedores, freios, sistema de direção, bancos, tanques de combustível, motores e transmissões. A Prefeitura de Jacareí criou uma lei específica para o futuro parque de fornecedores (lei 5.952 / 2015), que possibilita isenção de Imposto Territorial Urbano pelo período de quatro anos. 

Além disso, as empresas interessadas também podem se beneficiar dos termos já previstos na Lei 5.493 / 2010, que abrange a isenção do Imposto de Transmissão Inter Vivos – IPTI, para aquisição de bens imóveis, e a possibilidade de ressarcimento dos custos das obras pelos valores dos créditos tributários municipais. 

A construção do Polo terá início ainda no segundo semestre deste ano; a previsão é que em dois anos o parque de fornecedores já esteja operando normalmente, com a geração de cinco mil empregos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens da semana

Coisa Velha

Jornal BLEH!