quarta-feira, 5 de agosto de 2015

Alpha Notícias: Yamaha Motor cresce globalmente no primeiro semestre




Resultado foi 41,9% maior em relação ao mesmo período de 2014

Texto e Foto: Assessoria de Imrpensa

A Yamaha Motor Co., Ltd. anunciou que sua receita operacional consolidada para o primeiro semestre de 2015 aumentou 41,9% em relação a um ano antes, passando para 69,7 bilhões de ienes. As estruturas de lucro continuaram a melhorar em todos os segmentos. As vendas líquidas subiram 8,6%, passando a 821,1 bilhões de ienes. A receita corrente aumentou 51,5%, passando a 74,4 bilhões de ienes e a receita líquida cresceu 61,7%, passando a 52,1 bilhões de ienes.

Os negócios nos mercados desenvolvidos saíram do vermelho graças às reformas estruturais e aos lançamentos de motocicletas que foram de grande aceitação. Os negócios em mercados emergentes mantiveram-se relativamente saudáveis. O aumento das vendas de produtos de alta qualidade e a introdução de modelos de plataforma compensaram os efeitos da redução dos volumes de vendas na Indonésia e no Brasil e da desvalorização da moeda nos mercados emergentes. 

As vendas líquidas de motocicletas aumentaram 7,6%, passando a 518,2 bilhões de ienes e a receita operacional aumentou 65,8%, passando a 18,6 bilhões de ienes. As vendas líquidas aumentaram graças aos produtos de alta qualidade em mercados emergentes e aos lançamentos de novos produtos. O aumento da receita operacional esteve associado às maiores vendas, reduções de custos e à desvalorização do iene. 

As vendas por unidade aumentaram nos mercados desenvolvidos e estão relacionadas a produtos de sucesso como a super motocicleta YZF-R1 e o modelo esportivo touring MT-09 TRACER. As vendas na América do Norte e na Europa aumentaram 28% e 14%, respectivamente. 

As vendas por unidade aumentaram em mercados emergentes como o Vietnã e as Filipinas, sendo lideradas por modelos populares como a motocicleta Exciter e a Nozza Grande. A recessão econômica reduziu as vendas em alguns outros mercados emergentes como a Indonésia e o Brasil. 

No segmento marítimo, os motores grandes de popa impulsionaram, no geral, as vendas e os lucros. 

As vendas líquidas deste segmento aumentaram 12,0%, passando a 168,8 bilhões de ienes. A receita operacional subiu 41,7%, passando a 39,3 bilhões de ienes. O aumento das vendas e da receita foi beneficiado por uma maior venda por unidade de motores grandes de popa e de veículos aquáticos nos EUA e pela desvalorização do iene. O índice da receita operacional ultrapassou os 20%.

No primeiro semestre do ano o dólar foi negociado a 115 ienes, 6 ienes a mais do que no ano anterior, e o euro foi negociado a 130 ienes, 10 ienes a menos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens da semana

Coisa Velha

Jornal BLEH!