sexta-feira, 14 de agosto de 2015

Alpha Testes: Avaliamos a melhor versão do Peugeot 2008




Griffe THP tem motor de 173 cavalos de potência e preço a partir de R$79.590,00

Texto: Sérgio Dias
Fotos: Sérgio Dias e Divulgação

Quando a Peugeot apresentou para a imprensa o 2008, tivemos a oportunidade de andar com ele por cerca de 200 quilômetros em trechos urbano, rodoviário e off-road com as quatro versões disponíveis: Allure com câmbio manual e automático, Griffe com câmbio manual e automático e a Griffe THP.

Agora, na avaliação de uma semana, tivemos a chance de andar na top de linha, a versão Griffe THP, que vem equipada com motor de 173 cavalos de potência, acabamento impecável e câmbio manual de seis velocidades. Seu preço: a partir de R$79.590,00.


O modelo é fabricado no Brasil e reinventa os padrões estabelecidos no segmento dos utilitários compactos ao aliar diferentes universos. Ele seduz pelo seu design sofisticado e contemporâneo; alia com equilíbrio a esportividade e a dirigibilidade dos hatchbacks, e se apropria da imagem de robustez e segurança dos SUVs ao unir força, vigor do motor turbo THP Flex e estabilidade com o ESP com Grip Control. 

Isso faz com que a utilização do veículo se dê com tranquilidade nos grandes centros urbanos, atendendo igualmente ao uso fora da cidade - que comprovamos por longos trechos de areia, cascalho, barro etc.

Sua dianteira possui elementos ajustados com exatidão, livres de qualquer excesso. Esculpido, o capô expressa a proteção e a robustez do Peugeot 2008. A “grade flutuante” parece entalhada na carroceria e se mostra de maneira refinada. 


Os faróis são projetados levando em conta as funções técnicas. Afilados, eles remetem à pupila de um felino, conferindo um caráter ainda mais expressivo, tecnológico e singular. Os faróis possuem refletores com lente semielíticas e luzes diurnas em LED, que além de melhorarem a segurança, trazem uma assinatura luminosa marcante e com muita personalidade. 

O novo crossover compacto apresenta um estilo robusto e elegante nas laterais. A sofisticação de sua silhueta é destacada por suas proporções harmônicas, com as rodas bem posicionadas nas extremidades da carroceria, no movimento dinâmico do teto, que surge na altura dos assentos traseiros prolongando-se até o aerofólio, e no seu acabamento refinado de cromo nos retrovisores e na moldura dos vidros. O Peugeot 2008 conta com uma enorme superfície envidraçada, incluindo o teto panorâmico de 0,60 m², proporcionando um interior agradável com uma forte sensação de amplitude e conforto. 

A robustez da carroceria é reforçada com o uso de pneus de uso misto, as rodas de 16 polegadas de liga-leve com acabamento diamantado e os protetores pretos na parte inferior da carroceria, que se estendem do para-choque dianteiro ao traseiro. 


O visual traseiro transmite robustez e versatilidade. O para-choque traseiro saliente à carroceria, com a parte inferior em preto fosco, reforça a proteção. Ainda na parte inferior, encontram-se as funções de luz de neblina e de ré perfeitamente integradas, conferindo muita elegância ao conjunto. 

A tampa do porta-malas está emoldurada pelo teto com ondulação dinâmica, pelas lanternas traseiras solidamente fixadas na carroceria, que trazem flutuando em seu interior uma identidade visual (que remete às “garras” do leão) iluminadas por LEDS, e pelo piso baixo do porta-malas, que facilita o seu carregamento. 

Confortavelmente sustentado pelo banco regulável em altura, profundidade e inclinação, o condutor se integra perfeitamente ao veículo. Intuitivamente, ele tem acesso a todos os elementos. Em suas mãos, o volante multifunções de tamanho reduzido e revestido com couro, regulável em profundidade e em altura, aumenta a precisão da direção, que tem assistência progressiva elétrica. 


Sem tirar os olhos da estrada, o painel de instrumentos elevado fornece ao motorista as informações necessárias à condução dentro de seu campo de visão para melhor leitura, eficácia e segurança. 

De série desde a versão de entrada, a central multimídia apresenta uma grande tela colorida sensível ao toque de sete polegadas com gráficos de desenho cuidadoso e que comanda todas as funções de conectividade.

Surgindo na continuidade do painel de instrumentos, o console central disponibiliza o freio de mão do tipo aviação, que libera espaço no posto do condutor graças ao seu formato elegante e robusto. Ainda no console, o comando elétrico da cortina que protege o teto de vidro panorâmico se encontra ao lado do seletor do Grip Control. 


Os materiais utilizados nos acabamentos são nobres, como os detalhes cromados ao redor das saídas do ar-condicionado, nas portas e na moldura da central multimídia, que também conta com acabamento em black piano, presente ainda no painel de instrumentos e no comando do arcondicionado Bi-Zone. 

Os bancos são revestidos em couro e tecido, aliando qualidade e esportividade, em perfeita harmonia com outros elementos do interior, que têm acabamento em tom marrom. O volante é revestido em couro e dispõe de um acabamento cromo fosco com a inscrição Peugeot. 

A iluminação branca dos equipamentos e mostradores combina com as cores claras das peças de acabamento da parte superior da cabine, criando um ambiente elegante e sofisticado. O interior do Peugeot 2008 Griffe THP oferece um bom número de porta-objetos, como os espaços nas portas laterais, o profundo compartimento situado em frente ao câmbio e o porta-luvas refrigerado. 


O Peugeot 2008 oferece um teto de vidro panorâmico de 0,60 m2 de área útil, que proporciona aos ocupantes ótima luminosidade interna e uma ampla dimensão de espaço. É possível regular a entrada de luz no interior do veículo graças ao fechamento/abertura da cortina do teto, por meio de um comando elétrico no console central. 

O Peugeot 2008 Griffe THP é dotado de um comportamento dinâmico de referência. A começar pela motorização. O crossover ganha o motor turbo THP Flex de 173 cavalos de potência e passa a ser o mais potente SUV do segmento, além de se tornar o primeiro modelo a vir equipado com um propulsor bicombustível de injeção direta com turbocompressor. No desenvolvimento desse motor, que tem classificação “A” no programa de etiquetagem do INMETRO, buscou-se um compromisso equilibrado entre desempenho e economia de combustível. 

Associado ao motor THP, a caixa mecânica de 6 velocidades permite um equilíbrio perfeito entre esportividade, com as primeiras marchas mais curtas favorecendo as acelerações, e economia de combustível, com uma sexta marcha mais longa fazendo com que o motor trabalhe em uma rotação mais baixa em velocidades mais elevadas. 


Para obter uma síntese de alto nível entre conforto, estabilidade e dinamismo, o Peugeot 2008 passou por outras alterações considerando especificamente o modelo a ser comercializado no Brasil. Diferentemente do veículo europeu, o crossover produzido localmente possui um maior ângulo de entrada, de 22,2 graus. Os pneus têm medida igualmente maior (205 x 60 R16) e a suspensão, também ajustada, é 10 mm mais alta. 

Na dianteira, a suspensão é pseudo-McPherson e, na traseira, travessa deformável com molas e amortecedores especialmente regulados, assim como a direção eletronicamente assistida. Dessa forma, o condutor pode sentir o prazer de uma condução reativa ao mesmo tempo em que oferece todo o conforto aos seus passageiros. 

Patenteado pelo Grupo PSA Peugeot Citroën e proposto na motorização turbo THP Flex, o sistema Grip Control otimiza a tração do 2008 em condições de baixa aderência. Ele associa à altura livre do solo, de 20 cm, um sistema anti-derrapagem evoluído e pneus de uso misto (com tecnologia Fuel Saving, que proporcionam performance e economia de combustível). 


Polivalente e flexível, o Grip Control se adapta ao terreno agindo sobre as rodas dianteiras. O condutor pode, a qualquer momento, escolher entre os cincos modos de utilização disponíveis no seletor posicionado no console central. 

O Grip Control permite ampliar a esfera de utilização do Peugeot 2008 graças a uma motricidade reforçada em diferentes tipos de solo, sem acréscimo de peso. Na verdade, essas prestações normalmente requerem sistemas mecânicos e o Grip Control tem a vantagem de funcionar com o auxílio dos elementos eletrônicos que já equipam o veículo. 

A condução reativa e a facilidade de utilização vêm acompanhadas de um elevado nível de segurança. Assim, o motorista pode contar com o regulador / limitador de velocidade de série em todas as versões, além de inúmeros outros equipamentos. 

A Peugeot disponibiliza uma grande gama de cores ao consumidor brasileiro, seis no total: branco banquise, branco nacré (perolizado), cinza aluminium, marrom dark carmin, preto perla nera e vermelho rubi.

Veja mais fotos














Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens da semana

Coisa Velha

Jornal BLEH!