domingo, 9 de agosto de 2015

Coluna "Mecânica Online": Onda azul nos lançamentos automotivos




Os consumidores buscam, cada vez mais, produtos diferenciados e personalizados

Tarcisio Dias*

Qual a sua cor de carro preferida? Se você respondeu branca, saiba que esta é a tonalidade escolhida pela maioria das pessoas do mundo na hora de comprar um veículo novo. Mas já observou que novas cores estão em evidência pela indústria automotiva em seus lançamentos? O azul, por exemplo, parece ser a nova cor da vez, pelo menos na hora dos fabricantes anunciarem seus novos produtos.

Os consumidores buscam, cada vez mais, produtos diferenciados e personalizados, a fim de expressar seus valores e preferências individuais.

Acostumado com o dia-a-dia de novidades no mercado brasileiro comecei a observar que as novidades estavam pintando sempre de azul: Novo Fox, Ford Focus, Audi TT e Q3, Subaru WRX e WRX STI, Nissan New March,... a lista será extensa, mas isso revela uma nova tendência de cores para nossas ruas.

Por enquanto, o branco é a cor mais popular do mundo entre os carros, com 29% da preferência. No Brasil, a tonalidade é usada por táxis em algumas cidades e, por isso, guarda certa rejeição — embora isso não interfira tanto. Inclusive, certa vez avaliando um New Fiesta Sedã pelas ruas do Recife, observei um pedestre acenando em minha direção, acreditando ser um táxi.

Vale ressaltar que, dentro da cor branca, os compradores preferem a cor sólida (19%) à perolizada (10%). Em segundo lugar aparece a elegante cor preta, com 19% de popularidade. O problema é que sujeiras e riscos na carroceria ficam mais evidentes em carrocerias pintadas nesta tonalidade.

O prata já foi a cor preferida dos motoristas, mas hoje ocupa apenas a terceira colocação, com 14% da preferência mundial. Pesa a seu favor a pouca desvalorização que agrega ao carro e a menor exposição a riscos e sujeiras.

Apesar de muitos a considerarem sem graça, o cinza é outra cor tradicional. Tanto é que aparece nas primeiras colocações, com 12% dos votos. 

Fechando o "Top 5" das cores preferidas de carros está o vermelho, com 9% de incidência mundial, cor que costuma reforçar a esportividade do veículo e muito usada por montadoras em lançamentos.

Outra cor queridinha em comerciais e lançamentos é o azul, que aparece em sexto, com 6% da preferência global.

Desenvolvimento de novas cores

Em sintonia com essa tendência, a Volkswagen do Brasil tem ampliado a oferta de opções de cores para seus produtos. Em apenas cinco anos, o portfólio de cores da marca aumentou em 77%. 

Para comparação, os lançamentos da linha Volkswagen 2010, quando chegaram ao mercado, contavam com um “menu” de 13 cores. 

Na atual linha 2015, esse total foi ampliado para 23 opções de cores, entre sólidas, metálicas e perolizadas, estrategicamente disponíveis de acordo com a proposta de cada modelo.

A criação de novas cores é baseada em novas tendências do mercado, visando atender as necessidades e os desejos dos consumidores. Segundo o diretor de Design & Package da Volkswagen do Brasil, Luiz Alberto Veiga: “Para a Volkswagen do Brasil, o fundamental é que, além de tendência, a cor seja perene, durável e agradável por muitos anos. Portanto, nem toda tendência de moda se aplica. Pode-se dizer que o trabalho de pesquisa de tendências é intercalado com a análise de mercado e dos desejos e expectativas do consumidor nos mercados em que o veículo será ofertado”.

Quando o assunto é tendência, a supervisora de Color&Trim da empresa, Marilia Biill, conta que o verde, por exemplo, é uma forte tendência de moda, porém é de aceitação restrita no mercado brasileiro. 

Já o azul se mantém muito forte, principalmente em tons mais escuros. “Isso mostra que a Volkswagen está no caminho certo. 

Em 2014, a marca apostou nos azuis, com destaque para o ‘Azul Acqua’, exclusivo para o Novo Fox; o ‘Azul Cobalto’, exclusivo para o SpaceFox; e o ‘Azul Night’ e o ‘Prata Lunar’, oferecidos em quase toda a linha 2015”, disse.

A Volkswagen também busca sempre manter espaço para as cores duradouras, como os amarelos, laranjas e vermelhos, geralmente oferecidos em versões mais esportivas. Para o lançamento da Nova Saveiro Cross e Gol Rallye, por exemplo, a marca lançou o sólido “Laranja Canyon”, em substituição ao “Laranja Atacama”, que nasceu como cor de lançamento para o CrossFox 2011. E, graças à sua boa aceitação, estendeu a opção para outros produtos. Já para o Novo CrossFox, foi criado o exclusivo “Laranja Sahara”, com efeito metálico.

Os vermelhos mais escuros também fazem sucesso entre os clientes que gostam de cores vibrantes, mas em tons mais escuros e sofisticados, como é o caso do metálico “Vermelho Ópera”, oferecido em toda a linha Volkswagen 2015, e do “Vermelho Wine”, exclusivo para o Novo Space Cross. 

Conheça o processo de criação das cores da marca - A equipe de Design de Acabamentos (Color&Trim) da Volkswagen do Brasil desenvolve as cores da carroceria e também das peças plásticas internas e externas do veículo. 

O desenvolvimento e implementação de novas tonalidades acontece de forma multidisciplinar, com o envolvimento de diversas áreas da empresa como Design, Marketing, Engenharia, Compras, Finanças, Laboratório de Materiais, entre outras, e em conjunto com parceiros externos, como os fabricantes e fornecedores de tintas e pigmentos.

O processo de desenvolvimento de novas cores parte de uma pesquisa de tendências de moda, consumo, comportamento e mercado. 

Com estes dados, os designers criam um “briefing” que orienta os fornecedores quanto às necessidades da Volkswagen para os novos produtos. Para chegar nessas ideias, a designer responsável por cores na Volkswagen do Brasil, Telma Blasquez, e mais dois coloristas fazem testes, estudos e misturas de cores na cabine de pintura criada especialmente para a área de Design realizar suas alquimias.

O próximo passo fica por conta dos fabricantes de tinta: apresentar propostas ao Design, que seleciona as amostras e solicita ajustes e correções de tonalidade, brilho e pigmentação, a fim de chegar a uma cartela de cores novas que atenda às necessidades de Design e futuramente às expectativas do consumidor.

Os departamentos de Engenharia e Laboratório de Materiais da Volkswagen do Brasil também orientam os fornecedores quanto às exigências técnicas relacionadas a emissões, durabilidade e demais especificações de qualidade das tintas, peças e pigmentos. 

Com isso, algumas melhorias de desenvolvimento são necessárias para ajustar cada proposta de cor e assim novas amostras são submetidas a testes e avaliações até atenderem à aparência e aos requisitos técnicos necessários.

*Tarcisio Dias, Profissional e Técnico em Mecânica, além de Engenheiro Mecânica com habilitação em Mecatrônica e Radialista, é gerente de conteúdo do Portal Mecânica Online (www.mecanicaonline.com.br) e desenvolve a Coleção AutoMecânica. E-mail: redacao@mecanicaonline.com.br.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens da semana

Coisa Velha

Jornal BLEH!