quinta-feira, 17 de setembro de 2015

Alpha Notícias: Empresa planeja tirar caminhões vazios das estradas

TruckPad tem ambicioso plano de melhoria de eficiência do setor de transportes

Texto: Assessoria de Imprensa

Segundo último estudo da Confederação Nacional do Transporte (CNT), realizado em 2012, 80% dos caminhoneiros autônomos rodam vazios no Brasil. Isso significa um desperdício de tempo, combustível e receitas para o caminhoneiro. Se não bastasse tudo isso, caminhões vazios representam uma percentagem significativa do congestionamento de caminhões e da emissão de CO2, principal gás responsável pelo efeito estufa, trazendo prejuízos para toda a população. 

Com o objetivo de agilizar a oferta de cargas e, por consequência, modernizar e aumentar a eficiência do setor, reduzindo o número de caminhoneiros ociosos, em setembro de 2013 o empreendedor Carlos Mira lançou oTruckPad, primeiro aplicativo que conecta o caminhoneiro à carga. 

Em menos de dois anos de existência, o app já se tornou líder no Brasil, com mais de 320 mil caminhoneiros cadastrados e mais de 25 mil cargas ofertadas diariamente. Cerca de três mil empresas já usam o sistema, que espera movimentar R$ 1 bilhão em fretes no próximo ano.

Entre seus principais ativos, a empresa conta com uma equipe de cientistas e matemáticos especializados em mapas e computação de dados nas nuvens.

O algoritmo utilizado pelo aplicativo ajuda significativamente os caminhoneiros em sua principal tarefa no dia-dia, a de encontrar cargas. Há relatos de motoristas que rodavam por semanas vazios, procurando por cargas e que ainda pagavam comissões altíssimas por um novo frete.

“Quando não conseguem cargas, os motoristas dirigem caminhões vazios e esse problema acaba afetando também o trânsito e o meio ambiente. Agora com o TruckPad, o profissional não precisa rodar ocioso em busca de carga. O motorista simplesmente abre o aplicativo e vê as ofertas de carga mais próximas do local onde se encontra”, explica Carlos Mira, fundador de CEO do TruckPad.

Estima-se que atualmente existam cerca de um milhão de caminhoneiros autônomos, que faturam juntos cerca de R$ 40 bilhões por ano, em um mercado total de R$ 70 bilhões. “Estamos, passo a passo, viabilizando um projeto maior, que tem o objetivo de facilitar importantes controles e serviços rotineiros do caminhoneiro. Aos poucos vamos oferecendo mais opções de serviços e produtos, modernizando um setor carente de profissionalização, ferramentas e tecnologia que possam, de fato, mudar o panorama do setor de transporte”, finaliza Mira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens da semana

Coisa Velha

Jornal BLEH!