segunda-feira, 14 de setembro de 2015

Alpha Notícias: Implementos rodoviários registra queda de 40,89% no ano

Associação busca oportunidades de negócios para minimizar os efeitos da crise

Texto: Assessoria de Imprensa

A Associação Nacional dos Fabricantes de Implementos Rodoviários, ANFIR, está buscando mais oportunidades de negócios que permitam à indústria do setor minimizar os efeitos da crise. No balanço de emplacamentos de produtos há retração de 40,89% de janeiro a agosto de 2015 sobre o mesmo período do ano passado.

Em agosto, a ANFIR assinou Acordo de Cooperação Técnica com o Ministério do Desenvolvimento Agrário, MDA, que permite aos agricultores cadastrados no programa de agricultura familiar adquirir implementos rodoviários com incentivos oficiais. O convênio é feito por intermédio do financiamento do PRONAF Mais Alimentos no Programa Nacional da Agricultura Familiar que terá verba de R$ 26 bilhões para o ano safra 2015/2016.

No plano do comércio exterior a ANFIR busca a inclusão dos produtores de implementos rodoviários entre as empresas com potencial para tomar parte nas missões internacionais da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos, Apex. O objetivo dessas ações é ampliar as exportações brasileiras. As vendas ao exterior de implementos rodoviários registram queda de 17,78% de janeiro a julho de 2015 com relação ao mesmo período de 2014. Em sete meses a indústria exportou 1.767 unidades ante 2.149 produtos no exercício anterior.

“O setor precisa de parceiros como o MDA e a Apex que ajudem a criar oportunidades de negócios”, diz Alcides Braga, presidente da ANFIR. A perspectiva para a economia brasileira em 2015, em face dos ajustes que estão sendo implementados, é de retração do PIB. “As avaliações dos especialistas indicam que o próximo ano também será difícil para o setor”, avalia Mario Rinaldi, diretor Executivo da ANFIR.

Retração

No mercado interno a indústria de implementos rodoviários registrou queda de 40,89% no total de produtos emplacados de janeiro a agosto de 2015 com relação ao mesmo período de 2014. Em oito meses as empresas do setor entregaram 61.463 unidades contra 103.986 produtos emplacados em 2014.
No segmento de Reboques e Semirreboques (Pesados) a retração foi de 46,87% o que representa o emplacamento de 20.050 unidades ante 37.741 produtos entregues ao mercado de janeiro a agosto de 2014. Das 15 categorias pesquisadas pela ANFIR só uma – Transporte de toras – está com resultado positivo.
Já no setor Leve (Carroceria sobre chassis) a queda foi de 37,49%: de janeiro a agosto de 2015 a indústria entregou 41.413 produtos contra 66.245 unidades no mesmo período de 2014, com todas as sete categorias pesquisadas apresentando resultado negativo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens da semana

Coisa Velha

Jornal BLEH!