sexta-feira, 18 de setembro de 2015

Alpha Notícias: Nissan marca presença na 11ª edição da “Mostra Anual de Carros Clássicos Japoneses” nos Estados Unidos


Coleção cobre quase toda história da marca no país, incluindo o ‘surfer van’ Datsun 1200, de 1960

Texto e Fotos: Assessoria de Imprensa                                                               
                
Em meados de agosto, uma dupla de sedans Datsun chegou como “penetra” ao Encontro Anual de Automobilismo Esportivo de Monterrey, promovido pela Rolex, cruzando as ruas da cidade californiana de Carmel em meio a modelos avaliados em milhões de dólares, como Ferrari, Bugatti, Duesenberg e outros.

Agora o mesmo Datsun 411 1967 e o Datsun 510 1972 estarão entre os convidados de honra de um encontro mais modesto, mas não menos empolgante, organizado pelos apaixonados pelo automóvel: a 11ª Mostra Anual de Carros Clássicos Japoneses (Japanese Classic Car Show -JCCS). 

Marcado para o dia 19 de setembro, no Parque de Eventos Queen Mary, em Long Beach, Califórnia, o evento é dedicado aos carros japoneses da ”velha guarda”. Em perfeitas condições, o Datsun 411 1967 e o Datsun 510 1972 certamente atendem a esses requisitos. Assim como no evento realizado em agosto, os dois Datsun receberão a companhia do novíssimo Nissan, Maxima 2016, que demonstrarão mais uma vez a “evolução dos sedans esportivos”.

A Nissan também vai tirar da garagem vários veículos vistos em outras ocasiões, entre eles o Datsun Bluebird 2000GTX 1967 e o carro de corrida Nissan R390 GT1 1997, ambos trazidos especialmente da garagem de modelos históricos da Nissan localizada na cidade de Zama, no Japão, e a Van Datsun 1200 1960 rebocada pela novíssima picape Nissan Titan XD 2016, que começa a ser vendida no final desse ano. A nova Titan XD, por sinal, faz assim sua primeira aparição pública em um evento de grande porte no sul da Califórnia. São esperadas mais de 7 mil pessoas no evento, que exibirá mais de 400 veículos clássicos e quase clássicos.

“Esse é o maior evento de carros clássicos japoneses dos EUA e a Nissan tem orgulho de ser participante e também parceira do evento”, afirma Pierre Loing, vice-presidente de planejamento de produto da Nissan América do Norte. “Nossos carros em exposição são uma expressão perfeita do patrimônio da nossa marca e cobrem quase a totalidade de nossa história de 57 anos nos Estados Unidos”.


 História

Os veículos Nissan foram vendidos pela primeira vez nos Estados Unidos como Datsun, em 1958. O endereço da primeira sede da empresa era a Freeway 405, bem próximo ao local onde a exposição será realizada. Atualmente a sede da Nissan América do Norte está localizada no Tennessee, na cidade de Franklin.

“O interesse por picapes e carros clássicos e vintage de marcas japonesas cresce a cada ano e vai além de suas origens na região da costa oeste dos Estados Unidos”, diz Loing. “Enquanto o Datsun 510 e o Datsun 240Z continuam sendo os modelos mais conhecidos para a maioria dos apaixonados por carros deste tipo, eventos como o JCCS trazem à memória alguns modelos fantásticos que haviam caído no esquecimento, como nossos exemplares 411 e Bluebird. Quem sabe se um dia o Maxima 2016 e a TITAN XD também não vão alcançar o status de clássicos?”

Veja abaixo quais modelos Nissan/Datsun estarão na JCCS

Datsun VG223 Van (1960)
Produzida por apenas um ano, o VG223 tinha o tamanho de uma perua compacta. Era raramente vista no mercado americano, pois apenas 269 unidades foram importadas, na maioria na versão picape.
Datsun 411 (1967)
Foi produzido entre 1965 e 1967 e apresentava carroceria projetada pelo famoso estúdio de design italiano Pininfarina. O modelo compartilhava o mesmo motor 1.6 de 96 cavalos e 4 cilindros em linha do esportivo Datsun 1600 Roadster
Datsun 510 (1972)
Lançado em 1968, configurava um novo conceito na época: um sedan de cinco lugares, econômico, atraente, eficiente em termos de consumo, que proporcionava prazer ao dirigir. Foi chamado pela revista americana Road & Track como “um dos carros mais importantes do século XX”
Datsun 610 Bluebird 2000GTX (1975)
Essa série foi lançada em 1971, tendo sido chamada pela Datsun de Bluebird-U, o que significava “focado no usuário”, devido aos níveis de conforto mais elevados comparado ao seu predecessor, o 510. O 610 foi um dos primeiros produtos da Nissan a adotar o estilo na época conhecido como “garrafa de Coca-Cola”
Nissan R390 GT1 (1997)
Teve breve carreira de dois anos em competições, incluindo Le Mans. O projeto incluía um motor central V6 de duplo turbo e 3.495 cm³ de cilindrada. Registrou 3,3 segundos no 0 a 100 km/h e 10,9 segundos na arrancada de ¼ de milha. Foram comercializadas duas versões para uso fora das pistas, cujos preços superavam US$ 1 milhão.
Nissan Maxima (2016)
Reconfigurado, o motor V6 de 3.5 litros e 24 válvulas de duplo comando de válvulas, entrega 300 cv – mais do que o triplo apresentado pelos motores do Datsun 411 e 510
Nissan Titan XD (2016)
Quase tão grande a ponto de levar a Datsun Van de 1961 dentro da caçamba, a novíssima Titan XD começa a ser vendida no final deste ano. Equipada com o motor Cummins V8 turbodiesel 5.0, que entrega 310 cv

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens da semana

Coisa Velha

Jornal BLEH!