sexta-feira, 25 de setembro de 2015

Alpha Notícias: Philipp Schiemer será o presidente do Congresso SAE BRASIL 2016




Anúncio foi feito durante encerramento do Congresso SAE BRASIL 2015, presidido por Roberto Cortes

Texto e Foto: Assessoria de Imprensa

Philipp Schiemer, presidente da Mercedes-Benz, será o próximo presidente do Congresso SAE BRASIL em 2016. O anúncio foi feito por Roberto Cortes, presidente do evento este ano e CEO da MAN Latin America, durante cerimônia de encerramento em que participaram líderes da indústria da mobilidade e o presidente da SAE BRASIL, Frank Sowade. 

Os três dias de apresentações do Congresso SAE BRASIL, o maior fórum de engenharia da mobilidade da América Latina, fecharam com o tradicional Painel dos Presidentes, que contou com apresentações de José Eduardo Luzzi, presidente da Navistar Mercosul; P. O. Svedlund, presidente da Scania Latin America; Celso Placeres, diretor da Volkswagen do Brasil; Koji Kondo, presidente da Toyota do Brasil; e Wilson Bricio, presidente da ZF, mediados por Gábor Deák, conselheiro da SAE BRASIL.

Os executivos foram unânimes em apontar a produtividade, palavra-chave do Congresso este ano, como ferramenta imprescindível para enfrentar a crise pela qual passa o País. Destacaram ainda a manutenção de investimentos pelas empresas, especialmente em pesquisa e desenvolvimento, para manter a competitividade.

Celso Placeres anunciou investimentos da Volkswagen do Brasil, de R$ 5,6 bilhões até 2018, e destacou que a empresa trabalha forte em tecnologias para aumentar a produtividade das fábricas. “Implantamos uma nova linha de prensas que trocam ferramentas em 5 minutos e também processos digitais de simulação, além de workshops para o desenvolvimento do nosso capital humano”, revelou. O executivo visualiza o futuro da indústria com a otimização de todos os processos digitais integrados, desde o desenvolvimento do produto até a logística. 

Koji Kondo, da Toyota, disse que a empresa trabalha para aumentar a nacionalização de produtos prevista no Inovar-Auto e aposta na flexibilidade da produção para níveis compatíveis com a demanda de mercado. 

Wilson Bricio, da ZF, destacou a aquisição da TRW como marco para a atualização tecnológica de que a companhia, que comemora 100 anos de existência, precisa para enfrentar o que nomeou a nova fase da indústria brasileira. “Com essa estratégia nos tornamos o terceiro maior fornecedor de autopeças do mercado, dobramos o faturamento e passamos a atender a área de veículos leves”, ressaltou. Bricio disse ainda que os principais desafios para a competitividade passam pelas megatendências: digitalização, indústria 4.0, mudanças climáticas, urbanização, guerra por talentos, novos materiais, bioenergia e direção autônoma.

“Nunca a produtividade foi tão relevante para a indústria nacional” afirmou José Eduardo Luzzi, da Navistar, que aposta na manufatura enxuta para aumentar a eficiência na fábrica, com aumento de valor agregado pela eliminação de desperdícios ocultos e evidentes no processo produtivo. “Isso é feito com ciência, metodologia, conhecimento e educação”, disse. Para o executivo, o aumento da produtividade não depende só da automação.

P. O. Svedlund, da Scania, afirmou que a competição é a resposta para a produtividade. “Para ser um campeão é necessário um mercado aberto e investimentos em P & D” sentenciou. Svedlund destacou ainda que medidas protecionistas são incompatíveis com a produtividade e que o futuro da indústria está na eficiência energética. 

Balanço

Com público de 8.900 visitantes, o Congresso SAE BRASIL 2015 debateu entre os dias 22 e 24 de setembro o tema “Produtividade e Tecnologia: A nova revolução na indústria da mobilidade” apresentado em 23 painéis e fóruns: Engenheiros-chefe, Internacional e Presidentes (painéis âncoras), 4º Fórum R&D, e os painéis Aeroespacial, Caminhões e Ônibus, Compras, Duas Rodas, Educação de Engenharia, Ferroviário, Logística, Manufatura, Máquinas Agrícolas e de Construção, Motorsport, Qualidade, Segurança Veicular, Tecnologia da Informação, Telemática e Infotainment, Veículos Elétricos e Híbridos.

Destaques

Referendada pelo Comitê de Reconhecimento da SAE BRASIL, a tradicional pesquisa com visitantes da Mostra, que este ano reuniu inovações de 61 empresas, elegeu três destaques entre os expositores que apresentaram tecnologias aplicáveis ao mercado brasileiro: as empresas Bosch, Eaton e Scania.

O Congresso SAE BRASIL também apresentou 144 trabalhos inéditos de engenharia (papers), de autores nacionais e estrangeiros, durante os três dias de realização.

Homenagens

Jaime Ardila, presidente da General Motors para a América do Sul, recebeu o Prêmio SAE BRASIL 2015. Outras personalidades também foram homenageadas pela SAE BRASIL em suas áreas de atuação. São elas:

Aeroespacial - Eduardo Marson, presidente da Helibrás;
Combustíveis e Emissões - Mário Massagardi, vice-presidente de Vendas e Engenhara da Bosch;
Educação de Engenharia - Fernando Malvezzi, coordenador do curso de pós-graduação em Engenharia Automobilística do Instituto Mauá de Tecnologia;
Ferroviário - Cyro Laurenza, diretor técnico da Critério Estudos Especiais e Conteúdo; 
Inovação Tecnológica - Fellipe Saldanha Garcia, co-fundador e CEO da Kartfly;
Internacional - Horst Bergmann, consultor sênior da FEV;
Manufatura - Roberto Bastian, ex-diretor de Operações Mercedes-Benz do Brasil e sócio diretor da Customer;
Materiais – Ed Juarez Thaiss, consultor técnico da CBMM;
Projeto do Produto - Ricardo Simões de Abreu, diretor de Pesquisa e Desenvolvimento da Mahle;
Qualidade - Rubens Vaz, Quality & Launch director da Ford;
Sustentabilidade - Arthur Signorini, gerente de Sustentabilidade Honda South America. 

“Com o tema Produtividade e Tecnologia: A nova revolução da Indústria da Mobilidade, o Congresso SAE BRASIL 2015 analisou a fundo questões técnicas relevantes nos setores da mobilidade, além de assuntos cobrindo outras áreas, como a tributária e de infraestrutura logística, imprescindíveis para a competitividade brasileira no cenário internacional”, diz Frank Sowade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens da semana

Coisa Velha

Jornal BLEH!