terça-feira, 22 de setembro de 2015

Alpha Pesados: Motor Scania Euro 6 é sinônimo de economia de combustível


Dirigibilidade e desempenho também reforçam pioneirismo da fabricante sueca  

Texto e Foto: Assessoria de Imprensa

Comprometida com a meta de reduzir em 50% a emissão de CO2 por tonelada-quilômetro até 2020, a Scania introduziu, em 2011, o motor Euro 6, considerado pela indústria de veículos a demanda mais desafiadora em termos de tecnologia.

A experiência acumulada na Europa e o retorno positivo dos clientes aumentam a confiabilidade do motor da fabricante sueca, para a futura adoção da regulamentação na América Latina.

“Nós nos posicionamos antes do prazo exigido pela legislação. No entanto, internamente, foram cinco anos de pesquisa e desenvolvimento, que consumiram investimento de cerca de € 1,2 bilhão. O retorno veio com o ótimo desempenho dos motores e o reforço do DNA da Scania na entrega de inovação e valor para o negócio do nosso cliente”, afirma P.O Svedlund, presidente e CEO da Scania Latin America.

O desenvolvimento do Euro 6 está alinhado com a estratégia de contribuir para o avanço da sustentabilidade no transporte de cargas e passageiros no mundo todo. A empresa foi a primeira a colocar no mercado veículos com motores Euro 6, versão mais eficiente em termos de redução de emissão de gases poluentes e melhor aproveitamento do consumo de combustível. Comparada à Euro 5, a versão mais atualizada reduz em 80% a emissão de partículas na atmosfera.  Em 2013, a fabricante lançou a segunda geração de motores Euro 6.

"Para a Scania, integrar sustentabilidade às suas soluções representa uma oportunidade de explorar novos negócios. Mas o caminho que estamos seguindo é desafiador e requer transformações em toda a cadeia de valor", disse Svedlund.

Atualmente, o portfólio de veículos pesados da empresa é composto por motores nas versões 9, 13 e 16 litros, com potência de 250 hp a 730 hp – está presente nos motores V8.

No segmento de ônibus, a Scania oferece ao mercado sua linha de veículos urbanos cujos motores são movidos a gás natural ou biogás e atendem às normas de emissão Euro 6. A linha tem sido bem recebida na América Latina, sobretudo na Colômbia, onde a empresa recentemente vendeu 147 unidades a gás natural.

A redução de emissão de gases poluentes chega a 90% nos ônibus da linha Euro 6, o que o credencia como opção interessante para cidades que buscam adotar frotas limpas para atender o sistema de transporte público e tirar de circulação veículos com alto nível de poluição atmosférica.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens da semana

Coisa Velha

Jornal BLEH!