sexta-feira, 23 de outubro de 2015

Alpha Notícias: Descubra alguns segredos que os pneus escondem




Montadoras solicitam aos fabricantes a colocação de uma marcação especial nas laterais dos pneus 

Texto e Foto: Assessoria de Imprensa

O processo de construção de um pneu funciona como uma receita: a combinação de diversos materiais permite a obtenção de diferentes comportamentos e desempenhos. E é na busca por essas diferenças que são criadas as especificações de um mesmo modelo e de uma mesma medida de pneu.

Veículos diferentes demandam pneus diferentes. SUVs com centro de gravidade alto exigem pneus mais firmes, que não permitem, por exemplo, que a carroceria se incline demais nas curvas. Carros esportivos pedem pneus com maior poder de frenagem e aderência enquanto os de luxo buscam privilegiar o conforto através de pneus mais silenciosos.

Criar uma especificação de pneu para um veículo novo não é tarefa fácil. É um processo que leva dois ou três anos e envolve inúmeros testes de desempenho, de segurança e de adaptação. A Continental fornece seus pneus para as maiores montadoras de veículos do mundo e já se especializou nessa rotina, sendo sempre selecionada para participar dos desenvolvimentos mais complexos e exigentes.

Mas algumas montadoras preferem solicitar a colocação de uma marcação especial nas laterais dos pneus cujas especificações foram testadas e aprovadas pelos seus engenheiros. É a chamada “Marcação OE”, de Original Equipment ou Equipamento Original. Dessa forma a montadora busca auxiliar seus clientes a encontrar o pneu original de seu veículo no mercado de reposição.

Embora prática, a marcação acaba por gerar dúvidas na hora da troca. “Pneus identificados com OE podem ser utilizados em veículos de outras marcas, prática muito comum no mercado, assim como o consumidor tem o direito de montar em seu veículo um pneu de outro modelo ou marca. Misturar pneus com e sem marcação OE em um mesmo veículo também é possível, contanto que a regra de uma mesma especificação em um mesmo eixo seja respeitada”, explica Rafael Astolfi, gerente de assistência técnica da Continental Pneus para o Mercosul.

Legalmente falando, essas marcações não possuem valor. Elas são apenas uma forma de auxiliar os consumidores, não se caracterizando como uma obrigação, mas sim como uma recomendação. Essas marcações não atestam a qualidade do projeto do pneu, nem mesmo a qualidade de seu processo produtivo. Elas apenas apontam que uma determinada especificação foi aprovada pela montadora para ser equipada em um modelo de veículo durante a sua produção.

Conheça a relação de montadoras que fazem uso dessas marcações e quais são elas:

Audi A0

Audi Quattro R01

BMW Estrela 

BMW M M3

Mercedes-Benz MO“O” e não “zero” 

Jaguar J

Porsche N0

Maserati MGT

GM (Estados Unidos) TPC Spec. XXXX

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens da semana

Coisa Velha

Jornal BLEH!