segunda-feira, 21 de dezembro de 2015

Alpha Notícias: Yamaha Motor apresenta plano de negócios até 2018




Plano prevê a criação de uma base financeira mais estável, lançamento de 270 modelos e 2 trilhões de ienes em vendas líquidas 

Texto e Foto: Assessoria de Imprensa

A Yamaha Motor Co., Ltd. apresentou seu novo plano de negócios de médio prazo para um período de três anos, com início em 2016, de acordo com o qual a empresa objetiva aumentar sua capacidade de gerar receitas de seus atuais negócios, expandir investimentos de capital, aumentar dividendos e assegurar uma base financeira mais estável. 

A meta do plano é atingir vendas líquidas de dois trilhões de ienes e um coeficiente de lucro operacional de 10% até 2018, bem como promover a história da Yamaha Motor de superar marcos nos campos de motocicletas, veículos pessoais, produtos náuticos etc.

O plano prevê a criação de uma base financeira mais estável, incluindo uma relação de equidade de 42,5%, retorno sobre o patrimônio (ROE) de 15%, proporção de pagamento de dividendos de 30% e lucro por ação de pelo menos 300 ienes. A Yamaha Motor vai investir 130 bilhões de ienes em novas estratégias de crescimento, objetivando gerar um saldo a receber de 300 bilhões de ienes de suas subsidiárias financeiras, especialmente na América do Norte.

Durante os próximos três anos, a Yamaha Motor planeja lançar 270 modelos novos. Os modelos terão maior competitividade de produto, incorporando novos conceitos, tecnologias que estimulam os consumidores e inspiram sua confiança, projetos mais refinados e marketing mais inovador. A empresa também objetiva reduzir seus custos de material em 5%.

Para dar suporte à contínua expansão global e desenvolvimento de suas operações, a Yamaha Motor irá se focar em promover os recursos humanos que abraçam a marca Yamaha, que é única. A diversidade de sua força de trabalho será ampliada com maior contratação local de pessoal e gerentes femininas.

O plano de negócios da Yamaha Motor visa o crescimento em quatro categorias promissoras: mobilidade pessoal, o mercado náutico global de três trilhões de ienes, negócios de soluções e o desenvolvimento de tecnologias fundamentais. Para maximizar o crescimento, o plano se foca, estrategicamente, em negócios que aperfeiçoam o estilo de vida dos consumidores, que capacitam os consumidores a desfrutar sua mobilidade pessoal e produzam tecnologias inovadoras que atendam, harmoniosamente, as necessidades das pessoas, da Terra e da sociedade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens da semana

Coisa Velha

Jornal BLEH!