quinta-feira, 10 de dezembro de 2015

Alpha Serviços: Ford Caminhões tem novo serviço para modelos usados




Contrato de manutenção é novidade, pois antes só existia para caminhões zero quilômetro 

Texto e Fotos: Assessoria de Imprensa

A Ford Caminhões lançou mais um serviço na área de pós-venda: o contrato de manutenção para modelos usados. Esse programa oferece a empresas frotistas uma opção que até o momento só estava disponível para veículos 0 km. 

A proposta é oferecer dois tipos de planos que preveem o serviço de manutenção preventiva ou com a inclusão de peças de desgaste natural. Ambas as modalidades visam a propiciar vantagens ao operador de frota em termos de qualidade e economia, com valores mensais predeterminados, além de garantir um atendimento nacional. 


“O programa Ford Service para caminhões usados foi criado para atender uma necessidade do mercado com o atendimento de toda a frota dos clientes”, diz Paulo Carpenito, supervisor de Pós-Vendas da Ford Caminhões. “Por intermédio dos dois planos, permite maior tranquilidade e planejamento de custo para o transportador e uma de suas principais vantagens é evitar grandes investimentos das empresas em oficina própria e estoque de peças.”

Os planos podem ser contratados para caminhões com até 60 meses de uso. Veículos que estão com o plano de manutenção em dia são dispensados de inspeção prévia. O preço do contrato é calculado com base na quilometragem rodada e os prazos de revisão variam com o modelo e aplicação do veículo, desde 10.000 km para a Série F até 40.000 km no caso dos extrapesados Cargo.

“O contrato é totalmente transparente e observa as condições reais de rodagem do veículo. Considerando que caminhão parado não gera lucro, é fundamental ter um serviço produtivo e adequado para a sua manutenção”, ressalta.

Funcionamento

O Ford Service conta com planos para atender da melhor forma as necessidades do frotista. O plano Class, de manutenção preventiva, inclui itens como: troca de óleo do motor, transmissão e diferencial, filtros, líquido de arrefecimento, fluido da embreagem e da direção hidráulica. O plano Plus acrescenta também peças de desgaste natural como embreagem, lonas e tambores de freio, reparos do motor de partida, bateria, lâmpadas e fusíveis. Nas revisões é feita ainda a inspeção de mais de 40 itens do veículo.

Em janeiro, a Ford vai lançar mais uma novidade, o Portal do Cliente Ford Service, onde o frotista poderá acompanhar todos os caminhões incluídos no plano de manutenção. Além do histórico de serviços e situação de cada veículo, o portal servirá para a atualização da quilometragem rodada, usada como base para o contrato, e também para a emissão de boletos e segunda via. 

“É mais uma ferramenta para facilitar a gestão da frota, com transparência e eficiência. Queremos atuar como uma extensão do cliente para que ele não tenha de se preocupar com a manutenção do caminhão e possa concentrar a atenção nos seus negócios”, completa Paulo Carpenito.

Exemplo de atendimento

A Daudt Logística foi uma das primeiras transportadoras a contratar o Ford Service para caminhões usados. A empresa recentemente ampliou sua frota com um lote de 21 caminhões novos, dos modelos Cargo 1119, Cargo 1723 e Cargo 2429, com contrato de manutenção, e também adquiriu o plano para 34 caminhões usados da frota.

Fundada há 10 anos, a Daudt Logística especializou-se em entregas para a rede am/pm, dos postos Ipiranga em todo o Brasil, e está em meio a um plano de expansão. Além das atuais centrais em São Leopoldo, RS, Taboão da Serra, SP, Rio de Janeiro, RJ, e São José dos Pinhais, PR, pretende instalar mais duas no Nordeste e Centro-Oeste. 

“A nossa expertise é em logística e entendemos que a manutenção do caminhão tem de ser feita por quem entende. O contrato com a Ford nos dá a segurança de atendimento especializado para a frota no Brasil inteiro”, diz Vicente Daudt, presidente da empresa. “Temos a filosofia de arrumar para não estragar, com uma manutenção preventiva muito bem feita, seguindo todas as recomendações de fábrica, o que tem garantido um índice de quebra quase zero.”

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens da semana

Coisa Velha

Jornal BLEH!