sexta-feira, 18 de dezembro de 2015

Alpha Serviços: A importância do bico de pressão dos pneus



Ele permite a calibração sem vazamento pelo mesmo caminho de entrada do ar

Texto: Carlos Molina* 

Calibrar os pneus do carro é fundamental para manter a estabilidade do veículo, não sobrecarregar as rodas e garantir a sua durabilidade. Por isso, é importante ter a certeza de que a calibragem está sendo feita de maneira adequada e se será capaz de oferecer os valores de pressão exigidos pelos pneus.

O bico de pressão é o dispositivo que permite que o pneu seja calibrado sem vazamento pelo mesmo caminho de entrada do ar. Quando o pneu está cheio e em sua condição normal, a quantidade de ar presente nele pressiona a válvula e garante que não haverá vazamento, diminuindo a pressão.

Quando há inserção de ar, a força exercida na válvula é suficiente para empurrá-la permitindo a entrada do ar no pneu. Caso os pneus estejam muito cheios, basta pressionar a haste da válvula e, com isso, haverá a liberação do ar.

Por ser feito de borracha e sofrer ação do tempo, temperatura, umidade, pressão e principalmente suportar a força centrífuga exercida pelo girar da roda, ele desgasta. O bico de pressão tem o mesmo tempo de vida útil do pneu. A cada troca de pneu, deve-se também trocar o bico de pressão.

A troca dos bicos no momento da troca dos pneus evita que um bico de pressão velho, desgastado e ressecado estoure ou vaze fazendo com que se perca o pneu e/ou até cause acidentes graves. A tampa do bico de pressão também tem extrema importância. É ele que garante a estanquicidade e proteja de pó, sujeira, areia, etc, garantindo o funcionamento adequado da válvula.

A maioria dos pneus são balanceados na fábrica e tem indicação de qual posição deve estar o bico na relação Roda x Pneu. Depois de instalado, deve ser balanceado novamente. Isso garante o equilíbrio do conjunto evitando a trepidação quando o veiculo ganha velocidade garantindo a estabilidade do mesmo.

Por isso, a checagem deve ser periódica e feita de maneira correta, utilizando tanto a observação das posições do pneu quanto um equipamento medidor de pressão. Verifique também qual deve ser a pressão para o tipo de veículo e para o peso que está sendo transportado.

É muito importante ressaltar que a quantidade de pressão a ser calibrada não é a que está na lateral do pneu, esta informação serve somente para indicar qual a calibragem máxima que aquele pneu suporta sem deformar ou estourar.

A calibragem ideal está indicada no manual do veículo e, em vários casos, impresso num adesivo na lateral da porta do motorista. 

*Carlos Molina é diretor de e-commerce da KD Pneus

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens da semana

Coisa Velha

Jornal BLEH!