quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

Alpha Notícias: Nissan produzirá baterias para veículos elétricos na Inglaterra




Anúncio vem junto com o lançamento da linha 2016 do totalmente elétrico LEAF, que conta autonomia de 250 quilômetros

A Nissan anunciou seu um voto de confiança à produção europeia ao decidir-se pela produção das baterias da futura geração de seus veículos elétricos (EVs, na sigla em inglês) nas instalações de manufatura da empresa em Sunderland, no Reino Unido.

Com investimento de 26,5 milhões de libras (cerca de R$ 156 milhões), este compromisso mantém 300 postos de trabalho altamente qualificados em relação à manufatura, manutenção e engenharia na avançada fábrica de baterias de íons-lítio da Nissan localizada em Sunderland, na Inglaterra, a maior do gênero da Europa. Esta unidade é um dos três locais de produção global de baterias da Nissan, e fornece módulos para o 100% elétrico Nissan LEAF e para a van elétrica e-NV200, que é fabricada em Barcelona, na Espanha.

Sendo líder global em veículos elétricos, com mais de 200.000 Nissan LEAF percorrendo estradas do mundo inteiro e cobrindo mais de 3 bilhões de quilômetros rodados, este investimento representa mais um passo em relação ao compromisso da Nissan com um futuro 100% elétrico. Apenas em 2015, a Nissan vendeu 43.651 veículos LEAF em todo o mundo, sendo 15.630 na Europa.

Paul Willcox, presidente da Nissan Europa, disse: “O Nissan LEAF transformou o desempenho e a percepção dos veículos elétricos e fez da Nissan o líder incontestável na tecnologia de veículos elétricos. Este anúncio reflete a intenção da Nissan em permanecer líder em veículos elétricos por muitos anos, com as nossas operações europeias como centro das nossas futuras inovações.”

Desde o início da produção de veículos elétricos em Sunderland em 2013, impulsionado por um investimento de 420 milhões de libras, a fábrica de baterias, assim como a produção de veículos LEAF da Nissan, mantiveram mais de 2.000 postos de trabalho na Nissan e na cadeia de fornecedores.

Paul Willcox acrescentou: “A Nissan alcançou níveis de qualidade sem precedentes desde o lançamento da manufatura das baterias em Sunderland. 

E o assegurar esta produção futura é testemunho crucial do nosso sucesso. Esta notícia coincide com o lançamento do Nissan LEAF com autonomia de 250 km. O LEAF continua avançando à medida que concretizamos a nossa visão de mobilidade elétrica.”

O anúncio chega no início de um ano marcante no qual a Nissan celebrará o 30º aniversário da sua fábrica de Sunderland, atualmente a maior fábrica na história da indústria automóvel do Reino Unido, e o 10.º aniversário da sua fábrica de São Petersburgo, na Rússia. As instalações de São Petersburgo celebraram a produção da unidade n.º 200.000 em 2015, tornando-a na fábrica com o crescimento mais rápido da Rússia.

Quase sete décadas de experiência em EV

A herança da Nissan com os veículos elétricos tem já 68 anos de história, iniciada com o Tama. A Nissan, que se dedicou à pesquisa e desenvolvimento da bateria de veículos elétricos, avançou desde o zinco e hidreto de níquel até aos íons de lítio. A empresa comercializou com sucesso o primeiro veículo elétrico do mundo com bateria de íons de lítio em 1996, o Prairie Joy EV.

O conhecimento e experiência obtidos concederam à Nissan uma grande vantagem sobre os seus concorrentes e resultou no primeiro veículo elétrico da história a ser produzido em massa, o Nissan LEAF.

A Nissan anunciou o seu investimento de mais de 500 bilhões de ienes em projetos de veículos elétricos, com ambiciosos planos de expansão, à medida que a procura por automóveis elétricos, limpos, eficientes e acessíveis continua a crescer.

E não é apenas o LEAF que representa o investimento e os conhecimentos de engenharia de veículos elétricos da Nissan, já que a empresa anunciou a existência de mais de 10.000 carregadores rápidos (QC) CHAdeMO disponíveis em tudo o mundo. Estes QC poderão recarregar um LEAF até aos 80 por cento em apenas 30 minutos.

À medida que o nível da tecnologia de veículos elétricos continua a aumentar, a Nissan acredita que esta mudança para veículos de zero emissões mais limpos e mais eficazes contribuirá em larga medida para a melhoria da qualidade do ar e para a redução dos níveis de ruído.

A Nissan acelerará as suas iniciativas para a concretização de uma sociedade de zero emissões desenvolvendo e popularizando ainda mais os veículos elétricos assim como as inovações que utilizam a os negócios e a tecnologia de veículos elétricos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens da semana

Coisa Velha

Jornal BLEH!