terça-feira, 12 de janeiro de 2016

Alpha Notícias: Um Ford Fusion com mais de 750 cavalos de potência




Fabricante apresentou a versão NASCAR que estreia em Daytona 

A Ford apresentou o novo Fusion NASCAR que estreia em fevereiro em Daytona, com visual agressivo e potência de mais de 750 cavalos de potência a 9.000 rpm, dentro das novas regras da competição. 

Aproveitando a maior liberdade que a NASCAR deu aos fabricantes para incluir características de fábrica nos veículos, a Ford usou o talento dos seus designers para incorporar detalhes do Ford Fusion 2017 no modelo de corrida. Esta é a terceira grande renovação feita no Fusion desde a sua entrada na categoria, em 2006.


“Não há dúvida que estamos aqui para vencer corridas e campeonatos”, diz Dave Pericak, diretor global da Ford Performance. “Acreditamos que o novo Fusion NASCAR será uma ferramenta poderosa nas mãos de nossas equipes e pilotos. Com a velocidade que esses carros estão atingindo na categoria, a aerodinâmica é mais importante que nunca. Por isso usamos alguns dos melhores túneis de vento e tecnologias virtuais de dinâmica de fluidos para criar este novo Fusion. Felizmente, o time de design da Ford nos deu um grande veículo para trabalhar desde o começo.”

O novo Fusion NASCAR segue a trilha do seu antecessor, espelhando o exterior do modelo de produção e oferecendo também um interior melhor para o piloto.

Com o novo painel digital, obrigatório nesta temporada, os pilotos do Fusion NASCAR terão muito mais informações. As equipes podem escolher entre 16 padrões de tela para a exibição de dados, incluindo gráficos de barras, números ou o formato de relógio e ponteiro usado há anos. Esse avanço completa outras mudanças significativas introduzidas na NASCAR, como a volta da identidade das marcas em 2013, a injeção eletrônica de combustível em 2012 e mistura de combustível com etanol em 2011.

A Ford também continuou a refinar o seu programa de engenharia, inaugurando o Centro Técnico da Ford Performance na Carolina do Norte em 2014, com um simulador de movimento que representa o estado da arte no desenvolvimento de carros de produção e de corrida.

11ª temporada

O Fusion estreou como representante da Ford na NASCAR em 2006 e já venceu 71 Sprint Cup Series, sendo 21 delas nas duas últimas temporadas. Em 2013, o Fusion pilotado por Greg Biffle conquistou, no Autódromo Internacional de Michigan, a milésima vitória da Ford nas três séries principais da NASCAR.

Nos últimos sete anos, o Fusion venceu quatro vezes a Daytona 500, incluindo 2015, quando Joey Lugano conquistou pela primeira vez “A Grande Corrida Americana”, com a equipe Penske.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens da semana

Coisa Velha

Jornal BLEH!