quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

Alpha Notícias: Motor T6 Drive-E equipa linha Volvo Cars 60 R-Design no Brasil




Equipamento tem 306 cavalos de potência com a combinação de turbo e compressor

Texto e Fotos: Assessoria de Imprensa

A Volvo Cars apresentou uma novidade no Brasil. As versões esportivas R-Design do sedã S60, da sportswagon V60 e do utilitário esportivo XC60 passam a utilizar a motorização T6 Drive E. Mais leve, econômico e potente, o motor tem 2.0 litros, quatro cilindros e combina turbo, compressor e injeção direta, para oferecer 306 cavalos e 40,8 mkgf de torque. 

“O conceito que a Volvo buscou na família Drive-E é obter a potência de um motor de seis ou oito cilindros em um bloco de apenas quatro, utilizando a menor quantidade de combustível. Tudo isso mantendo o prazer ao dirigir e reduzindo significativamente as emissões de poluentes”, explica André Bassetto, gerente de produtos da Volvo Cars Brasil.


Desempenho e eficiência

Com o motor Drive-E T6 o sedã S60 R-Design manteve sua esportividade e o alto desempenho: acelera de 0 a 100 km/h em apenas 5,9 segundos. O V60 e o XC60 R-Design, equipados com o novo motor, também oferecem alta performance: o 0 a 100 km/h ocorre em 6 e 6,9 segundos, respectivamente.

A combinação de turbo, supercharger (compressor mecânico) e injeção direta permitem que o T6 Drive-E tenha potência superior à de motores de seis cilindros, com menor peso do conjunto e menor consumo de combustível e emissões.

Combinado com a transmissão Geartronic de oito velocidades, esse conjunto oferece outras tecnologias, como o sistema Start-Stop, que desliga o motor automaticamente em paradas de trânsito, e a função Eco+*, que economiza até 5% de combustível.

Customização R-Design

A linha R-Design oferece customizações dinâmicas e estéticas em todas as suas versões – como a configuração de suspensão Sport Chassis, composta de molas e amortecedores específicos, que reduzem a altura dos modelos em 15 mm. Buchas, batentes e barras de torção e estabilizadoras também são desenvolvidos para garantir uma performance superior, sem comprometer o conforto de rodagem.

Os modelos R-Design trazem ainda um conjunto exclusivo de para-choques, mais esportivos, com defletor de ar na peça traseira, que também incorpora as saídas de escapamento cromadas. As rodas de liga leve da linha R-Design são do modelo Ixion – de 18” no S60 e V60 e 20” no XC60.

Por dentro, bancos esportivos com maior apoio lateral, em conjunto com o volante R-Design e as pedaleiras de alumínio, garantem a firmeza necessária a uma condução mais esportiva.

Pacote de tecnologia

As versões T6 R-Design incorporam os principais equipamentos de segurança da Volvo Cars: City Safety com detecção e frenagem automática para pedestres e ciclistas, controle de cruzeiro adaptativo, sistema de leitura de placas de trânsito, bem como os alertas ao condutor de colisão, de mudança de faixa, de ponto cego e tráfego lateral. “Trata-se do pacote de segurança mais completo de sua categoria”, explica Bassetto. 

Bancos dianteiros elétricos com memória e aquecimento para motorista e passageiro, ar-condicionado de duas zonas com sistema de controle de qualidade do ar, painel de instrumentos digital de 8” personalizável, faróis de xênon com controle direcional ativo, dentre outros equipamentos, complementam o pacote de série.

A linha também traz o sistema Sensus Connect, uma solução completa de entretenimento e conectividade, que oferece serviços de streaming de música, rádio e podcasts online, navegação e serviços, como a busca por pontos de interesse, postos de gasolina e estacionamento, dentre outros. Tudo isso integrado ao Volvo On Call, tecnologia exclusiva da Volvo Cars que disponibiliza monitoramento e serviços ao proprietário, acessíveis também por celulares e tablets.


Desenvolvimento próprio

A nova geração de motores de quatro cilindros Drive-E foi desenvolvida pela engenharia da Volvo Cars e é produzida em Skövde, na Suécia. Todos os motores são produzidos na mesma linha de montagem e compartilham diversos componentes entre si, como bloco, pistões e dispositivos agregados.

A motorização Drive-E permite benefícios no desenvolvimento de futuros carros da marca. “Com apenas quatro cilindros não há a necessidade de reservar mais espaço para grandes conjuntos motrizes. Podemos ter uma área pequena de cofre do motor, abrindo espaço para sistemas de suspensão mais aprimorados, veículos com dianteira mais curta e aumento da segurança. Essa concepção já foi adotada no Novo Volvo XC90”, explica Bassetto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens da semana

Coisa Velha

Jornal BLEH!