quarta-feira, 30 de março de 2016

Alpha Notícias: Detran.SP comemora cinco anos de reestruturação




Foram quase 300 postos modernizados em todo o Estado de São Paulo

Texto e Foto: Assessoria de Imprensa

Este mês marca os cinco anos do início da reestruturação do Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (Detran.SP). Desde 18 de março de 2011, quando foi desvinculado da Secretaria de Segurança Pública (SSP), o órgão passa por uma ampla reformulação, com modernização física e administrativa das unidades de trânsito. 

Inspirado no padrão Poupatempo, o novo modelo visa oferecer à população um atendimento mais ágil e eficaz em unidades com melhor infraestrutura. As mudanças têm sido bem avaliadas pelo público. Em média, mais de 90% dos usuários consideram ótimo ou bom a prestação de serviços do novo Detran.SP. 

A aprovação dos cidadãos se deve tanto às melhorias físicas –as novas unidades contam com infraestrutura moderna, comunicação visual facilitadora, condições de acessibilidade, pagamento de taxas com cartão de débito, prova teórica eletrônica, entre outros benefícios–, como à redução dos prazos para execução dos serviços de trânsito. Hoje, na maior parte de nossos postos, ficou muito mais rápido e fácil realizar procedimentos como obtenção da permissão para dirigir, renovação da Carteira Nacional de Habilitação (CNH), licenciamento e transferência de veículos. 

No total, já são 294 postos modernizados, entre unidades e seções, o que representa a cobertura de mais de 75% da frota de veículos de todo o Estado. Até o fim deste ano, a expectativa é de que sejam entregues mais 50 novas unidades, entre elas as de Jaú e Ribeirão Preto, além de 80 seções. 

Além da modernização física, o Detran.SP também tem investido em serviços eletrônicos para desburocratizar o atendimento, facilitar a vida do cidadão e conferir mais lisura aos processos relativos a habilitação, veículos e infrações. 

“Quanto mais tecnologia, menos burocracia e, consequentemente, menos chance de corrupção. Quando assumi a direção do Detran.SP, havia apenas três serviços eletrônicos. Hoje já são 26 serviços disponíveis no portal www.detran.sp.gov.br, como solicitação de 2ª via da CNH, pedido da habilitação definitiva e consulta de débitos ou restrições de veículos”, pontua Daniel Annenberg, diretor-presidente da autarquia. Em breve, outros procedimentos poderão ser feitos pela internet, como indicação de real condutor no caso de infrações registradas pelo Detran.SP. 

O cidadão também já pode realizar alguns dos principais serviços do Detran.SP por meio de celulares ou tablets. No app “Detran.SP” é possível pedir 2ª via da CNH e acompanhar da emissão do documento, consultar pontos registrados na habilitação, consultar multas do próprio veículo e pesquisar de débitos ou restrições de veículos de terceiros. Há ainda um outro aplicativo para que o candidato à habilitação possa se preparar para a prova teórica por meio de um simulado. 

Merecem destaque ainda as medidas adotadas nesses cinco anos para aprimorar o processo de habilitação, como a implantação do sistema e-CNHsp. A ferramenta identifica todos os operadores, como funcionários do Departamento de Trânsito, instrutores de ensino nas autoescolas e médicos, por meio de impressões digitais e de certificação digital. As digitais dos candidatos são exigidas em todas as etapas a fim de atestar a presença em exames médicos, aulas e provas. 

Agora o Detran.SP está aprimorando o monitoramento das provas de reciclagem e renovação realizadas nos Centros de Formação de Condutores (CFCs), as chamadas autoescolas, com a finalidade de reduzir as possibilidade de fraudes, a exemplo do que foi feito com os exames teóricos. Hoje, em grande parte das unidades de trânsito, as provas teóricas são feitas em computadores, com a divulgação do resultado na hora, ao final do teste, o que torna o procedimento mais rápido e seguro. 

Além disso, neste momento está em desenvolvimento um projeto-piloto para monitorar em tempo real as provas práticas de direção veicular. Os exames que testam as aptidões práticas dos candidatos à primeira habilitação serão acompanhados por meio de diferentes recursos tecnológicos, como áudio e vídeo. Os veículos em que serão realizados os testes passarão a ser equipados com câmeras e sistema de telemetria, que permitem o rastreamento e a aferição do percurso e do comportamento do candidato durante a prova de direção. A comparação desses dados com as informações relatadas pelo examinador vai tornar o resultado do exame mais preciso. 

Annenberg ressalta que a participação do cidadão é essencial para a evolução constante do Departamento de Trânsito. “Desde 2011, criamos diversos canais de relacionamento com o usuário, como a Ouvidoria, o Disque Detran.SP e o Fale com o Detran.SP. É muito importante que as pessoas registrem suas críticas, denúncias, elogios e sugestões para aprimorarmos cada vez mais a prestação de serviços. O novo Detran.SP é uma construção coletiva”, afirma o diretor-presidente. 

Para a diretora-vice-presidente do Detran.SP, Neiva Aparecida Doretto, um dos principais desafios para os próximos anos é melhorar a formação dos condutores e reduzir o número de mortes e acidentes no trânsito –objetivo do Movimento Paulista de Segurança no Trânsito. “Os acidentes por transporte terrestre são atualmente a principal causa externa de morte no Estado de São Paulo. Por isso, é preciso que cada cidadão faça sua parte e respeite as leis de trânsito. Somente com o engajamento de todos podemos ter um trânsito mais seguro”, aponta Neiva.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens da semana

Coisa Velha

Jornal BLEH!