quarta-feira, 4 de maio de 2016

Alpha Notícias: Ford moderniza processo de pintura em Camaçari




Novos equipamentos robotizados foram instalados na fábrica 

Texto e Fotos: Assessoria de Imprensa

A Ford colocou em operação na fábrica de Camaçari, na Bahia, 17 novos equipamentos robotizados que foram instalados nos processos de pintura, estação de calafetação da carroceria e na aplicação de spray das soleiras. 

Seguindo os padrões globais de produção existentes nas principais fábricas da Ford no mundo, essa modernização garante alto nível de qualidade nos produtos Ford e excelente benefício ao meio ambiente.


“Os novos recursos técnicos de última geração utilizados no setor de pintura permitem o aumento na flexibilidade da fábrica para implementação de novas versões do EcoSport e das linhas Ka e Ka+ produzidas em Camaçari. Também oferece maior produtividade, com a possibilidade de funcionamento mesmo com um dos equipamentos parado”, afirma Silvio Illi, gerente do Complexo Industrial Ford Nordeste. 

As cabines de spray de revestimento contam com dez máquinas, tipo robô, que viabilizam a aplicação da camada à base de água utilizada para dar cor ao veículo. Essa automação do procedimento assegura a uniformidade na camada de tinta e elimina variações no processo, que é feito por um sistema de controle integrado de fluxo de tinta, de ar, de alta tensão e da rotação do sino do aplicador, melhorando assim a qualidade do produto. 



Para a modernização da estação de calafetação da carroceria foram instalados cinco novos robôs. Somados a outros dois equipamentos implantados no setor de aplicação de spray da soleira, asseguram o uso do material na carroceria com um alto nível de qualidade e precisão. As duas linhas passaram por modificações e seguem os padrões utilizados pelas fábricas da Ford nos Estados Unidos e na Europa. 

A aplicação de calafetação nas carrocerias aumenta a proteção contra corrosão e evita infiltração de água ou ar, a redução de ruídos e poeira e também protege contra batidas de pedras na parte inferior do veículo. O sistema de leitura de código de barras utilizado garante a repetibilidade do procedimento. 

O controle de temperatura determina a viscosidade ideal para a aplicação do material, enquanto que o controle de vazão libera o volume correto a ser aplicado. Outro benefício é a flexibilidade de operação no caso de parada de um dos robôs.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens da semana

Coisa Velha

Jornal BLEH!