domingo, 1 de maio de 2016

Alpha Serviços: Conheça os sintomas que identificam o desgaste dos amortecedores




Motorista deve ficar atento a vibrações e ruídos na suspensão, balanço excessivo após freadas e arrancadas

Texto e Foto: Assessoria de Imprensa

Os amortecedores são itens responsáveis por atenuar impactos na carroceria, frear os movimentos da mola e manter os pneus em contato com o solo. Por isso, rodar com os amortecedores desgastados compromete a estabilidade do veículo em curvas, bem como adiar a troca pode colocar em risco a segurança do veículo.

Alguns sinais podem indicar desgaste e o motorista deve ficar em alerta com relação à perda da estabilidade em curvas e pistas ruins, vazamento de óleo, pular excessivo das rodas, redução do contato entre o pneu e solo e do controle da suspensão e deterioração prematuro dos pneus.

Terrenos irregulares e esburacados podem encurtar a vida útil dos amortecedores. As más condições da pavimentação exercem mais impacto nos amortecedores e podem provocar o desgaste de seus componentes. Para garantir os amortecedores em bom estado, é importante fazer alinhamento e balanceamento de rodas, não ultrapassar o limite de carga, não passar em alta velocidade em lombadas ou em ruas esburacadas, não rebaixar a suspensão e efetuar a manutenção preventiva do veículo. 

Ao efetuar a troca, é importante verificar o estado das molas e substituir coxins e batentes para não comprometer a eficiência dos amortecedores novos. “Como dica para prolongar a vida útil dos amortecedores, é importante manter em dia o alinhamento de direção e o balanceamento das rodas, não alterar geometria ou altura da suspensão, deixar coxins e batentes em bom estado.

A revisão preventiva do amortecedor, para verificação de itens, deve ser feita a cada 10.000 km após o veículo rodar 40.000 km ou quando houver algum sintoma que possa indicar desgaste (pneu desgastado de forma irregular, barulho, perda de estabilidade em curvas). Optar por produtos novos, jamais recondicionados, e que contenham o selo do Inmetro, garantindo a qualidade dos amortecedores. O selo vem estampado na embalagem e gravado na peça. Exigir nota fiscal do produto e procurar uma oficina especializada para fazer o serviço.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens da semana

Coisa Velha

Jornal BLEH!