sexta-feira, 15 de julho de 2016

Alpha Serviços: Conheça locais que lideram ocorrências de roubo e furto de veículos




Zona Leste e Grande São Paulo concentram maior incidência, principalmente, às quartas e quintas-feiras, das 12h às 15h e das 20h às 23h 

Mesmo com diversas alternativas para aumentar a segurança dos veículos, os índices de roubo e furto continuam altos. De acordo com dados da Secretaria de Segurança Pública de São Paulo, até abril deste ano, aconteceram em média 27 mil roubos/furtos de automóveis e motocicletas no Estado. Em 2015, foram registradas mais de 80 mil ocorrências, cerca de 220 casos por dia.

A Pósitron realizou uma pesquisa que indica que a Zona Leste e a Grande São Paulo são as regiões mais afetadas. O estudo aponta ainda que os casos acontecem, principalmente, às quartas e quintas-feiras, das 12h às 15h e das 20h às 23h.

Obson Cardoso, diretor da Unidade de Rastreamento da companhia, explica que as vítimas estão menos atentas às questões de segurança nestes horários. “Na parte da tarde, muitos estão em horário de almoço e, à noite, voltando de faculdades, bares ou restaurantes”. 

A Pósitron possui um índice superior a 90% de sucesso na recuperação de carros e motocicletas. O executivo afirma que parte destes veículos tem como destino, abastecer o comércio ilegal de revenda de peças usadas. 

Para prevenir este tipo de situação ou, ao menos, minimizar os prejuízos, Cardoso elenca algumas dicas. 

Rastreadores, bloqueadores e localizadores 

Segundo o executivo, como opção, o motorista pode instalar um rastreador, bloqueador ou localizador. “Os rastreadores são os dispositivos de monitoração mais sofisticados, pois mostram a localização em tempo real e o histórico de posicionamento do veículo”, explica. “Permitem o acompanhamento do automóvel ou da motocicleta via web e, inclusive, detectam a ação dos jammers (aparelhos que inibem o sinal GSM/GPRS, cortando a comunicação).” 

No caso de roubo ou furto de um carro com bloqueador, o usuário tem a opção de comunicar a central de atendimento, que envia um comando de bloqueio, por meio de um sinal de RF (radiofrequência). A paralisação e a localização podem ocorrer em qualquer local dentro da área de cobertura da empresa. “Muitos modelos possuem sinais de seta e sirene integrados, aumentando as chances de recuperação”, diz o especialista. 

Os localizadores são recursos intermediários, que permitem a localização sob demanda do automóvel. Ou seja, o motorista contata a central de monitoramento que, por sua vez, fornece apenas o posicionamento atual, sem qualquer histórico. 

Alarmes 

Mais tradicionais, mas não menos eficazes, são os alarmes. De vários tipos, com diversas funções e tecnologia de ponta, ainda estão entre as proteções mais utilizadas no Brasil. 

Atualmente, as principais tecnologias utilizadas são: 
Dispositivos que bloqueiam o motor de partida ou a bomba de combustível, caso o botão secreto não seja pressionado ao ligar a ignição; 
Para os automóveis que não possuem sensores de ultrassom, há aparelhos que contam com a função “bloqueio por presença”, que param o veículo automaticamente, quando o controle remoto é afastado dele; 
Outra opção de proteção é o sensor de violação. O equipamento, que funciona por radiofrequência e não possui fios, avisa, por meio da sirene do alarme, caso algum acessório ou compartimento seja violado. Ele pode ser instalado no estepe, porta-luvas, entre outros locais. 

Seguro 

Uma solução importante e acessível, complementar aos demais dispositivos de segurança, é a contratação de seguros com coberturas diferenciadas e mais econômicas. A Pósitron desenvolveu o produto Rastreamento + Seguro, disponível para carros e motos, que é até 50% mais barato do que as apólices tradicionais. Sua contratação é simples e dispensa vistoria prévia, não avalia região de circulação e não analisa o perfil do condutor. 

“Possuímos linhas completas de alarmes, serviços e sistemas de rastreamento”, afirma o diretor. “É importante que os consumidores entendam as diferenças e vantagens dos equipamentos, para que aproveitem os benefícios e funcionalidades de cada um, de acordo com suas necessidades.” 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens da semana

Coisa Velha

Jornal BLEH!