terça-feira, 19 de julho de 2016

Coluna "Trânsito e Vidas"




Um pacto mundial contra os acidentes!

Mario Divo*

Os leitores deste blog certamente são apaixonados por assuntos ligados ao mundo do automóvel. Infelizmente, nem tudo são flores, pois a estatística recentemente divulgada em Genebra – Suíça, pela OMS – Organização Mundial da Saúde, dá ao Brasil um título que certamente não desejaríamos ter: somos o quarto maior índice de mortes no trânsito em continente americano (perdemos para Belize, República Dominicana e Venezuela). Atualmente, o acidente no trânsito é uma das principais causas de mortes no mundo.

Curiosamente, apesar de os países em desenvolvimento concentrarem pouco mais da metade de veículos da frota mundial, são eles que apresentam a estatística mais perversa. Cerca de 90% das mortes ocorrem exatamente nesses países, enquanto que a Europa é onde o trânsito se mostra mais seguro. Ainda que o Brasil tenha esse quadro que requer bastante atenção e esforço, tanto dos motoristas como de autoridades, as organizações mundiais o consideram como tendo aplicado leis e medidas satisfatórias.

Muitas cidades do país já adotaram o limite de 50 km/h para as vias urbanas. Na avaliação global, o país recebeu conceito 6 na implantação das regras de uso do capacete e transporte de crianças (no banco de trás, com assentos e cinto apropriados). O respeito à obrigatoriedade do cinto de segurança e a velocidades máximas receberam nota 7, e a proibição do álcool recebeu nota 8. O relatório da OMS também mostrou que metade das mortes por acidentes estão nos três grupos mais vulneráveis no trânsito: pedestres, ciclistas e motociclistas. Tão sério quanto as mortes, há um perverso quadro de mais de 600 mil brasileiros que, anualmente, ficam com lesões permanentes.

Muitas entidades e organizações criaram iniciativas para contribuir, de alguma forma, com a melhoria geral nesse cenário. O ACBr – Automóvel Clube Brasileiro lançou o festival de vídeos Curta com Vida, o qual recebeu o apoio da FIA - Federação Internacional do Automóvel e o patrocínio da Bosch. É uma competição aberta para motivar a criação de curtas-metragens (até dois minutos) sobre a questão da mobilidade e segurança nas ruas e estradas. Fica o nosso convite para você visitar o site (curtacomvida.com.br), avisar os amigos e participar com suas ideias e um modo especial de tratar esse grave problema. 

* Mario Divo é o Diretor Institucional do ACBr - Automóvel Clube Brasileiro e também é do Clube Correspondente da FIA - Federação Internacional do Automóvel - E-mail mario@automovelclubebrasileiro.com.br - Site www.automovelclubebrasileiro.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens da semana

Coisa Velha

Jornal BLEH!