domingo, 21 de agosto de 2016

Alpha Notícias: Dodge revela linha 2017 do Challenger T/A e do Charger Daytona




Versões especiais dos muscle cars foram apresentados no Woodward Dream Cruise

O evento Woodward Dream Cruise, em Detroit, foi o local que a Dodge escolheu para apresentar a linha 2017 do Challenger T/A e o Charger Daytona. A dupla de muscle cars oferece maior rendimento nos motores HEMI V8, incorporando avanços exclusivos de powertrain, além de estabilidade e frenagem melhores, bem como novos detalhes de design.

video

Conheça mais detalhes dos Dodge Challenger T/A e Charger Daytona 2017 no vídeo 360° acima

Os novos Dodge Challenger T/A e Dodge Charger Daytona 2017 são equipados com motores de 6,4 litros com 492 cavalos de potência ou de 5,7 litros com 380 cavalos de potência, que ganhou novo sistema de escapamento ativo com controle eletrônico. A produção de ambos começará no próximo trimestre. Nos dois motores, a captação de ar frio melhorou com um novo sistema, que inclui a caixa de ar das versões Hellcat e o filtro de ar cônico da Mopar.

O chassi evoluiu com rodas, sempre aro 20, mais largas: 9 polegadas para as unidades com o propulsor de 5,7 litros e 9,5” para os impulsionados pelo “392”. Elas são combinadas a pneus de alto rendimento da Goodyear e Pirelli, respectivamente. Além disso, o poder de frenagem está maior com pinças de performance (quando o motor é o 5.7) e um sistema especial de freios da Brembo com seis pistões na frente e quatro atrás para o carros com o bloco de 6,4 litros.

Toques de estilo remetem aos Dodge Challenger T/A e Charger Daytona da virada dos anos 1960 para os 1970, como faixas em preto acetinado distribuídas pela carroceria e as travas externas de capô opcionais do Challenger.


Mitos originais

A gama do Dodge Challenger T/A 2017 se baseia no legado do modelo 1970, um veículo projetado para disputar o campeonato Trans-Am e que teve 2.399 unidades, sendo por isso um dos muscle cars mais procurados da história. A sigla T/A vem do termo “Time Attack”. Esta gama é composta por três modelos adequados para a pista, com detalhes de equipamentos exclusivos e de alta performance: Challenger T/A, Challenger T/A Plus e Challenger T/A 392.

Com uma produção de apenas 501 exemplares, o Dodge Charger Daytona original foi criado em 1969 especialmente para a competição mais popular do automobilismo norte-americano, a Nascar. Seu maior diferencial era o pacote aerodinâmico, com destaque para a dianteira “bicuda” e o enorme aerofólio traseiro. O objetivo era obter velocidades mais altas nas pistas ovais. O Charger Daytona foi o primeiro carro a passar de 200 milhas horárias (322 km/h) de média em um autódromo fechado, em 24 de março de 1970, em Talladega. O novo Dodge Charger Daytona 2017 resgata essa história, reforçando a posição do modelo no mercado atual como o único muscle car de quatro portas americano.


Cores vibrantes

Para tornar a experiência dos Dodge Challenger T/A e Charger Daytona 2017 ainda mais emocionante, o novo tom de edição limitada Green Go e o atualizado Yellow Jacket se juntam à tradição da marca em cores de alto impacto (HIP na sigla em Inglês – High Impact Paint).

Veja mais fotos













Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens da semana

Coisa Velha

Jornal BLEH!