domingo, 25 de setembro de 2016

Alpha Notícias: Audi inaugura uma das oficinas de pintura mais sustentáveis do mundo




Altamente eficiente, processo automático com modernos equipamentos de aplicação

A Audi acaba de colocar uma nova oficina de pintura de acabamento em operação na sua planta em Ingolstadt. Até 900 carrocerias de automóveis por dia poderão ser pintadas nos três pisos do prédio. Graças à uma tecnologia sustentável, os modernos equipamentos de aplicação conservarão os recursos utilizados. Locais de trabalho projetados de forma ergonômica tornarão o trabalho dos funcionários mais fácil.

São aproximadamente 200 colaboradores que atuarão na nova oficina de pintura, em três turnos, apoiados por 54 robôs de pintura, 36 de manipulação e oito de limpeza. O início da construção do novo pavilhão, que possui 324 metros de comprimento, 36 metros de largura e 32 metros de altura ocorreu em abril de 2014. A instalação dos equipamentos foi iniciada em março de 2015, e a cerimônia de finalização da construção foi realizada em julho. 

Já a operação em série foi iniciada em março de 2016, após um período de dois anos de construção. Atualmente, 650 carrocerias de automóveis são pintadas no local todos os dias; a capacidade máxima diária é de aproximadamente 900 carros e deverá ser alcançada até o final do ano. Os modelos Audi A4 e A5 são pintados atualmente na nova oficina, seguidos pelo A3 e Q2.

O espaço é uma das instalações mais sustentáveis do mundo, devido ao uso de tecnologias de última geração, como recirculação do ar, separação a seco e depuração do ar de exaustão. Essas medidas permitirão obter uma significativa redução no uso de recursos, para que o consumo de energia e de água por carro seja reduzido em até 20%. A recirculação do ar também ajudará a reduzir as emissões de CO₂ por carro pintado em até 30%, ao passo que a depuração do ar de exaustão reduzirá as emissões de compostos orgânicos voláteis (COVs) em até 90%.

“Operações sustentáveis são prioridade máxima na Audi. É por isso que estamos continuamente desenvolvendo nossas tecnologias de produção. Para nós, essa é a única maneira de fazermos jus às nossas mais altas exigências em termos de qualidade, compatibilidade ambiental e eficiência energética. Com a construção do local, atribuímos grande importância aos mais altos padrões de eficiência no uso de recursos naturais e conservação ecológica”, destaca Waltl. 

“O membro da Comissão de Trabalhadores fez campanha por essa nova oficina de pintura. Ela é um investimento no futuro e representa, portanto, mais um forte compromisso da empresa com a principal planta da Audi em Ingolstadt”, reforça Peter Mosch. Ele acredita que o design ergonômico dos locais de trabalho na nova oficina mostra que progresso tecnológico e condições de trabalho mais humanas não são objetivos contraditórios. 

A nova linha de pontos de acabamento também introduzirá tecnologias de pintura de última geração na Audi: equipamentos de aplicação de pintura com tecnologia de robôs, e pistolas de pulverização eletrostáticas com alta velocidade de rotação realizam o processo de pintura de forma plenamente automática. Com o chamado método bell-bell, a pintura só é aplicada de forma eletrostática, obtendo-se assim uma maior eficiência. Em combinação com a separação a seco, isso também beneficia o meio ambiente. O procedimento gera 5% menos resíduos (borra de tinta) para cada carro pintado. 

Todo o processo de pintura de acabamento de um modelo da Audi dura cerca de três horas. As carrocerias dos automóveis passam por três estações para a aplicação de enchimento, camada de base e pintura transparente. Após cada passo do processo, as carrocerias pintadas dos automóveis passam por um secador. A Audi também dá grande ênfase à eficiência com esses equipamentos: a energia necessária para manter uma temperatura constante nas cabines de secagem é ajustada de forma ideal para o número de carrocerias de automóveis a serem secas. O ar quente passa por saídas de ar especiais direcionadas para as carrocerias dos automóveis. 

A nova linha de acabamento também é mais um componente da fábrica inteligente e totalmente conectada ao futuro. Por exemplo, um enorme robô de gestão de dados avalia os automóveis pintados em mais de 100 pontos de medição. Os funcionários usam os dados sobre qualidade coletados dessa forma para compará-los com os dados do processo já existentes. Isso ajudará a evitar possíveis falhas de produção durante o processo eletrônico de garantia de qualidade, com apoio de uma inspeção eletrônica. Para este fim, monitores sensíveis ao toque são usados, que funcionam como tablets e fornecem aos funcionários dados sistematizados nas áreas direta e indiretamente envolvidas. Isso significa que todos os departamentos estarão conectados e poderão trabalhar com os dados mais recentes disponíveis. 

A Audi atribui grande importância ao design ergonômico dos locais de trabalho. Por exemplo, as plataformas com altura ajustável possibilitam otimizar o ambiente de trabalho. Dispositivos de manuseio, como mecanismos de elevação da capota e porta traseira dos carros, ajudam os funcionários no processo. Outro recurso é a esteira transportadora, que leva os funcionários até o local onde estão trabalhando diretamente nas carrocerias dos automóveis. Ao invés de usar estações de ferramentas estacionárias, itens como as máquinas e a pasta de polimento estão sempre ao alcance no carrinho que os acompanha.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens da semana

Coisa Velha

Jornal BLEH!