domingo, 6 de novembro de 2016

Alpha Notícias: Nissan faz aquisição de 34% de participação na Mitsubishi Motors



 

Com ampliação, aliança global Renault-Nissan se posiciona entre os três maiores grupos globais de automotivo

A Nissan Motor Co. Ltd. concluiu a aquisição de uma participação de acionária de 34% na Mitsubishi Motors (MMC), tornando-se assim sua maior acionista. A Mitsubishi Motors fará parte da aliança global Renault-Nissan. Com a participação da Mitsubishi Motors, a Aliança estará entre as principais marcas automotivas do mundo em volumes globais, com vendas estimadas de 10 milhões de unidades no ano fiscal de 2016, que termina em março de 2017.

Carlos Ghosn, Presidente e CEO da Nissan, anunciou que a Nissan e a MMC vão colaborar na compra conjunta, localização de peças mais forte, utilização de fábricas em sinergia, plataformas comuns de veículos, compartilhamento de tecnologias e uma expansão da presença combinada das empresas em mercados desenvolvidos e emergentes.

"A combinação da Nissan, da Mitsubishi Motors e da Renault criará uma nova força no processo global de fabricação de carros", disse o executivo. "Vai ser um dos três maiores grupos automotivos do mundo, com economia em escala, tecnologias inovadoras e capacidade de fabricação para produzir veículos para atender a demanda dos clientes em todos os segmentos de mercado e em todos os mercados geográficos em todo o mundo."

Ghosn previu que, por meio da parceria com a Mitsubishi Motors, a Nissan teria como meta na sinergia 24 bilhões de ienes no ano fiscal de 2017, subindo para 60 bilhões de ienes no ano fiscal de 2018. Os ganhos vão contribuir para o aumento o lucro por ação de cerca de 4 ienes por ação no ano fiscal de 2017 e 10 ienes por ação no ano fiscal de 2018 - acima de qualquer acréscimo dos rendimentos ligados à participação global da Nissan na Mitsubishi Motors.

A Nissan ofereceu sua assistência a pedido de Osamu Masuko, presidente e CEO da Mitsubishi Motors, em sequência à crise dos dados de consumo de combustível de modelos da empresa. As duas empresas têm cooperado na produção de kei-cars – veículos urbanos pequenos e com formato de carroceria normalmente quadrado – no mercado japonês nos últimos cinco anos.

"Estamos comprometidos a ajudar a Mitsubishi Motors a reconstruir a confiança do cliente", disse Ghosn. "Esta é uma prioridade, já que buscamos sinergia e o potencial crescimento a partir da ampliação dessa relação. "

Ghosn concluiu: "Em uma época de mudanças sem precedentes na indústria automobilística global, essa estratégia será uma aposta em nossos pontos fortes e nas capacidades de gestão para garantir o aumento da competitividade, melhores produtos para os nossos clientes e retornos atraentes para os acionistas."

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens da semana

Coisa Velha

Jornal BLEH!