domingo, 18 de dezembro de 2016

Coluna "Mecânica Online": Novas gerações de motores 1.0 SCe e 1.6 SCe foram desenvolvidos no centro de engenharia Renault Tecnologia Américas (RTA)




Tarcisio Dias*

O princípio de funcionamento mecânico no motor de combustão interna continua o mesmo ao passar dos anos. O que observamos por parte da engenharia é encontrar meios de obter o máximo da eficiência energética do combustível durante seu funcionamento. 

Do sistema com carburação para injeção eletrônica, injeção direta de combustível, downsizing, entre outras tecnologias e recursos para tirar o máximo de energia produzida pelo motor. Estamos evoluindo para garantir alta eficiência, prazer ao dirigir e baixo custo de manutenção.

Desenvolvidos pela Renault Tecnologia Américas (RTA) e produzidos no Complexo Ayrton Senna, no Paraná, a Renault lança os novos motores 1.0 SCe (Smart Control Efficiency) para a linha Sandero e Logan e 1.6 SCe para Sandero, Logan, Duster e Duster Oroch. 

O 1.0 SCe 12V de três cilindros traz inovações como duplo comando de válvulas variável na admissão e no escape, tecnologia inédita entre os motores de entrada. Todo em alumínio, é 20 kg mais leve que o seu antecessor. 

Já o 1.6 SCe 16V de quatro cilindros traz duplo comando de válvulas variável na admissão, injetores posicionados no cabeçote e outras novidades que garantem alta eficiência e bom desempenho. Também em alumínio, é 30 kg mais leve.

No aspecto de tecnologia temos o ESM (Energy Smart Management) sistema de regeneração de energia que já equipa Duster e Duster Oroch com o motor 2.0 desde a metade do ano. O funcionamento é simples e eficiente: durante a desaceleração do carro, quando o motorista retira o pé do acelerador, o motor continua girando sem consumir combustível. Nesse momento, o alternador automaticamente passa a recuperar energia e enviá-la para a bateria, que aumenta sua carga sem consumo de combustível. Durante a aceleração, o alternador não precisa “roubar” energia do motor para enviar à bateria, já que houve a carga na desaceleração. Esse sistema garante um consumo até 2% menor.

Já a bomba de óleo com vazão variável (1.0 SCe) é mais uma solução que surgiu nas pistas de competições e chega aos carros de rua. Ela ajusta automaticamente o fluxo de óleo enviado de acordo com a rotação e a carga do motor. Como resultado, o motor absorve menos energia e, consequentemente, fica mais econômico.

Outra novidade é a adoção da direção eletro-hidráulica em todas as versões, que representa uma condução ainda mais leve e um menor esforço na hora de realizar manobras. A direção com esforço variável ainda se ajusta de acordo com a velocidade, ficando mais pesada em altas velocidades e proporcionando maior segurança. Como nesse sistema a bomba da direção passa a ser acionada por um motor elétrico à parte, e não pelo motor do carro, evita-se a perda de potência e se reduz em até 3% o consumo de combustível.

O motor 1.6 SCe traz ainda o sistema Stop&Start, que desliga o automóvel automaticamente em semáforo ou outras paradas. Este moderno sistema, muito comum em carros topo de gama, garante uma economia de até 5% de combustível e está disponível nos modelos Sandero e Logan, de forma que pode ser ativado/desativado conforme a necessidade do motorista por meio de um botão à esquerda do volante.

O novo motor 1.0 SCe deixa Sandero e Logan até 19% mais econômicos. Com o 1.6 SCe, a economia chega até 21%. Hatch e sedã equipados com os novos motores e câmbio manual são destaques do Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular (PBEV) com nota “A”. Já Duster e Duster Oroch equipados com o 1.6 SCe estão até 18% e 16% mais eficientes, respectivamente.

No 1.0 SCe os anéis de pistão, tuchos e polias variáveis (VVT) são revestidos em DLC (Diamond Like Carbon), um composto de carbono com propriedades de dureza muito altas por causa da sua estrutura similar ao diamante (daí a inspiração para o seu nome).

Outra evolução é a utilização de corrente de distribuição no lugar de correia, que dispensa a troca e garante baixo custo de manutenção.

O 1.0 SCe é ainda mais potente que o seu antecessor. O motor gera 82 cv de potência quando abastecido com etanol e 79 cv com gasolina – 2 cv a mais que o antigo quatro cilindros, seja com qual for o combustível.

No 1.6 SCe, esses elementos são revestidos em PVD (Physical Vapor Deposition). Estes revestimentos reduzem atrito e desgaste do motor, além de contribuir para uma melhor eficiência energética. Tanto o DLC quanto o PVD são soluções que surgiram nas pistas da Fórmula 1 e agora ganham as ruas.

Assim como o 1.0 SCe, o novo 1.6 SCe utiliza corrente de distribuição no lugar de correia, que dispensa a troca. Traz ainda sistema de acessórios com acionamento através de correia elástica (sem polia tensora), que garante baixo custo de manutenção.

Com os novos motores 1.0 SCe e 1.6 SCe, Sandero e Logan ficam entre os carros mais econômicos de suas categorias (na cidade e com gasolina), segundo o Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular (PBEV). O hatch 1.0 é o único modelo de seu segmento a superar a casa dos 14 km/l, enquanto o sedã 1.0 se destaca pelo consumo de 13,8 km/l. Com o motor 1.6, o hatch atinge a excelente marca de 12,8 km/l, enquanto o sedã chega a 13 km/l. Já o Duster 1,6 dá um salto de 9,5 km/l para 11,3 km/l com o novo motor.

Destaques do motor 1.0 SCe:

· Duplo comando de válvulas variável

· Bloco do motor, cabeçote, pré-carter e cárter em alumínio

· Comando de válvulas por corrente no lugar de correia

· Polias, tuchos e anéis de pistões com revestimento em DLC (Diamond Like Carbon) 

· Tampa de cabeçote plástica com bolhas de ar

· Coletor de escapamento integrado ao cabeçote

· Bielas fraturadas

· Bielas forjadas em aço

· Virabrequim de aço forjado

· Bomba de óleo de vazão variável

Destaques do motor 1.6 SCe:

· Bloco do motor, cabeçote, cárter e pré-carter em alumínio

· Duplo comando de válvulas variável na admissão

· Comando de válvulas por corrente no lugar de correia

· Injetores posicionados no cabeçote

· Pistões e anéis com baixo atrito

· Coletor de escapamento integrado ao cabeçote

· Bielas forjadas em aço

· Virabrequim de aço forjado

· Sistema de acessórios com acionamento através de correia elástica

*Tarcisio Dias éprofissional e técnico em Mecânica, além de Engenheiro Mecânico com habilitação em Mecatrônica e Radialista, desenvolve o site Mecânica Online® (www.mecanicaonline.com.br) que apresenta o único centro de treinamento online sobre mecânica na internet (www.cursosmecanicaonline.com.br), uma oportunidade para entender como as novas tecnologias são úteis para os automóveis cada vez mais eficientes.

Coluna Mecânica Online® - Aborda aspectos de manutenção, tecnologias e inovações mecânicas nos transportes em geral. Menção honrosa na categoria internet do 7º Prêmio SAE Brasil de Jornalismo, promovido pela Sociedade de Engenheiros da Mobilidade. Distribuída gratuitamente todos os dias 10, 20 e 30 do mês. http://mecanicaonline.com.br/wordpress/category/colunistas/tarcisio_dias/.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens da semana

Coisa Velha

Jornal BLEH!