terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

Alpha Notícias: Novo Porsche Panamera estreia no Brasil a partir de R$758 mil




Modelo conta com novos motores V6 turbo e V8 biturbo, tração integral e câmbio PDK de oito velocidades

A Porsche traz para o Brasil o novo Panamera. Apresentado pela primeira vez no Brasil durante o Salão Internacional do Automóvel de São Paulo, o modelo concilia duas características contrastantes: o desempenho de um genuíno modelo esportivo e o conforto de um sedã de luxo.Estão disponíveis no país, neste momento, somente nas versões 4S e Turbo: Panamera 4S por R$758.000,00, Panamera 4S Executive por R$807.000,00 e Panamera Turbo por R$981.000,00. 


Para o presidente da Porsche Brasil, Matthias Brück, o aperfeiçoamento do carro foi visivelmente considerável comparados ao seu antecessor. "O novo Panamera tem uma sinergia com o design do icônico 911, a Porsche pode não ter inventado o sedã de luxo, mas fez dele um esportivo. Seus pontos fortes foram ressaltados, suas fraquezas removidas e, acima de tudo, sua personalidade preservada”, comenta. “Houve um grande foco no design e na dirigibilidade, com isso, mais uma vez atingimos um enorme nível de dinamismo. Estou muito confiante com as vendas do novo Panamera no Brasil”, concluiu.


O novo modelo foi desenvolvido completamente do zero, com novos motores, novo design e novas tecnologias. Além disso, a fabricação do veículo será feita inteiramente nas instalações de produção em Leipzig. A marca investiu cerca de 500 milhões de euros, o que inclui uma área completamente nova de fabricação de carrocerias.

O design externo do Panamera ganhou ainda mais elegância e esportividade em sua segunda geração. Sua forma foi redesenhada com linhas que se assemelham ao esportivo icônico da marca, o 911. A silhueta do teto é mais harmônica, os ombros estão robustos e as laterais mais atléticas, dando um aspecto de força e imponência ao carro.




O interior do Porsche Panamera está mais moderno e futurista do que nunca. Denominado de Porsche Advanced Cockpit, grande parte dos botões e comandos foram substituídos por painéis sensíveis ao toque, como em smartphones. Ao centro do conjunto de instrumentos, por exemplo, o único mostrador analógico é o do conta-giros, unindo os laços de tradição e uma homenagem ao Porsche 356 A de 1955 com a evolução do modelo.

O sistema integrado de Controle do Chassi 4D analisa e sincroniza todos os sistemas do chassi em tempo real e otimiza o desempenho do novo Panamera na estrada. A Porsche também está elevando a precisão da direção e dirigibilidade ao nível dos carros de Gran Turismo com as rodas traseiras direcionais (opcional para 4S e Turbo) um item que também é novidade e foi adaptado do 918 Spyder e 911 Turbo. O desempenho dos freios também foi melhorado.



As motorizações são a cereja do bolo. Potentes e, ainda assim, com uma boa eficiência energética, o Panamera conta com motores turbinados, sendo V6 nas versão Panamera 4S e um V8 na versão Panamera Turbo.

Com o aumento de 30 cavalos de potência em comparação ao modelo anterior, o novo Panamera Turbo acelera, com o pacote Sport Chrono, de 0 a 100 km/h em apenas 3,6 segundos - tudo isso graças à usina de força de 550 cv de potência a 5.750 rpm e 770Nm de torque entre 1.960 e 4.500 rpm. Para transferir toda esta performance no solo, o modelo recebeu o novo câmbio PDK de dupla embreagem e oito velocidades e tração nas quatro rodas. A velocidade máxima do Panamera Turbo é de 306 km/h.

Já o Panamera 4S tem um motor V6 2.9 também turbinado e que entrega uma potência de 440 cv a 5.650 rpm. Entre 1.750 e 5.500 rpm, despeja um torque de 550 Nm ao Gran Turismo. Com esses números, o veículo pode alcançar 100 km/h em apenas 4,2 segundos com o pacote Sport Chrono e atingir a máxima de 289 km/h. Assim, como em seu irmão mais forte, o câmbio também é o PDK de 8 marchas e a tração é integral.

Para quem quiser ainda mais espaço, a Porsche oferece para as versões 4S e Turbo uma opção alongada denominada Executive. Com a versão estendida, a marca atrai clientes com exigências mais altas de conforto e espaço. Uma característica comum a todos esses modelos é a distância entre eixos alongada em 150 milímetros, que beneficia sobretudo os passageiros do banco traseiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens da semana

Coisa Velha

Jornal BLEH!