segunda-feira, 8 de maio de 2017

Alpha Serviços: Excesso de velocidade é um dos principais fatores de risco no trânsito




Informação é baseada em levantamento que aponta que 94% dos acidentes com vítimas fatais são causados por falhas humanas 

A campanha educativa #FocaNoTrânsito do Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (Detran.SP), promovida em parceria com o Movimento Paulista de Segurança no Trânsito, alerta: o excesso de velocidade está entre os principais fatores de risco no trânsito.

“O motorista deve manter a distância do veículo à frente e transitar em velocidade adequada. É importante trafegar não só conforme o limite máximo indicado pela sinalização, mas também de acordo com as condições da via. O trânsito é imprevisível e o condutor precisa ter tempo e espaço suficientes para reagir em situações adversas”, ressalta Maxwell Vieira, diretor-presidente do Detran.SP.

Levantamento do Infosiga SP, banco de dados do Movimento Paulista, indica que 94% dos acidentes com mortes são causados por falha humana,como imprudência e distração. Conduzir veículo em velocidade inadequada ou excessiva é uma atitude imprudente porque aumenta os riscos de acidentes. A gravidade dos danos ocasionados também estão relacionados à velocidade em que se trafega.

A OMS estima que um aumento de 5% na velocidade média amplia em cerca de 10% os acidentes envolvendo lesões e de 20% a 30% as colisões fatais. Segundo a organização, o risco de um pedestre adulto morrer se atingido por um carro a menos de 50 km/h é de 20%. Porém, a chance de letalidade sobe para 60% se a pessoa for atropelada a 80 Km/h.

A velocidade excessiva também interfere no tempo de parada do veículo, o que pode ser decisivo para se envolver ou não em um acidente. Quanto maior for a velocidade, maior será a distância percorrida pelo veículo até que o motorista tenha uma reação ao se deparar com um incidente na via, como a freada repentina de um veículo à frente, uma colisão entre outros carros, a passagem repentina de um pedestre ou mesmo a de um animal. 

O excesso de velocidade está entre as infrações mais cometidas pelos motoristas. Só na capital paulista, o Departamento de Operação do Sistema Viário (DSV), da Prefeitura de São Paulo, aplicou 1.418.853 multas por esse tipo de infração em 2016, 35% a mais do que a quantidade aplicada em 2015, que foi de 1.048.979.

Campanha #FocaNoTrânsito

Como o trânsito exige 100% de atenção, não por acaso o mascote da campanha do Detran.SP com o Movimento Paulista de Segurança no Trânsito é uma foca. Porque quem #FocaNoTrânsito vai em segurança. A ação, desenvolvida em diversas cidades do Estado, conta com imagens do bicho em várias situações no tráfego de ruas e avenidas. Além disso, ”homens-foca” circulam por vários espaços públicos e privados.

“O objetivo da campanha é, de forma bem-humorada, convidar os cidadãos a adotar uma postura mais segura para reduzirmos o número de acidentes e mortes. O trânsito não é feito de veículos e sim de vidas, que viram estatísticas na maioria das vezes por falhas humanas”, alerta Maxwell.

“O ser humano não deve ser o problema, mas a solução. Juntos, podemos tornar nossas ruas e estradas mais humanas e seguras ”, diz Silvia Lisboa, coordenadora do Movimento Paulista de Segurança no Trânsito.

Essas falhas podem, na maior parte das vezes, ser corrigidas com atitudes muito simples: usar sempre o cinto de segurança, inclusive no banco de trás; nunca, mas nunca mesmo, dirigir depois de beber; respeitar os limites de velocidade e esquecer o celular enquanto você estiver ao volante ou atravessando a rua. Por semana, cada um desses temas será trabalhado —na primeira semana foi a vez do cinto. As ações estarão reunidas no site www.focanotransito.com.br.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens da semana

Coisa Velha

Jornal BLEH!