quarta-feira, 12 de julho de 2017

Alpha Notícias: Por dentro da petrolífera YPF




Estatal é a maior empresa da Argentina

Gasolina, diesel, lubrificante e outros produtos derivados do petróleo estão à nossa disposição, na comodidade de um posto de serviços, por exemplo. Mas, para termos esse conforto, é preciso um grandioso trabalho que tivemos a oportunidade de conhecer visitando uma instalação da petrolífera argentina YPF – eles pronunciam IPF.

A empresa estatal argentina de petróleo, que se dedica à exploração, refino, distribuição e venda de petróleo e seus derivados foi fundada em 1922 e, em 1999, vendida para a espanhola Repsol. Porém em 2012, durante o governo de Cristina Kirchner, foi novamente estatizada – economia mista, com o governo tendo a maior parte das ações.


A petrolífera YPF possui três complexos industriais estrategicamente localizados e integrados por uma eficiente rede logística. A planta de La Plata, que a equipe do Jornal Alpha Autos teve a oportunidade de conhecer, a de Luján de Cuyo y Plaza Huincul e também participa de 50% da planta industrial de Refino, em Salta. Trata-se da maior companhia argentina, gerando cerca de 72 mil empregos de forma direta e indireta.

A planta em La Plata tem capacidade de refino de 206 mil barris diários. É uma das mais modernas do mundo, com excelência em qualidade e as certificações ISO 9001, 14001 e TS 16496. Sua produção de lubrificantes adota uma estratégia de produção integrada, que garante uma eficiência única para a empresa.

Em 2016, com a extração de 336 mil barris de petróleo ao dia e 42 milhões de metros cúbicos de gás, teve receita de vendas de US$17,58 bilhões, resultado operacional de US$5,13 bilhões e lucro líquido de US$1,11 bilhão.

Conta com uma rede de 1524 postos de combustíveis distribuídos estrategicamente em todo a Argentina, detendo cerca de 58% do mercado de gasolina, 60% de óleo diesel, 43% de óleo combustível e 52% de óleos lubrificantes no país.


YPF no Brasil

A petroleira argentina YPF chegou ao Brasil em 1998, trazendo seus lubrificantes fabricados no Complexo Industrial de Lubrificantes e Especialidades, em La Plata, Argentina. Posteriormente, passou a produção a terceiros até adquirir planta própria no município de Diadema, em São Paulo, no final de 2015.

A planta tem capacidade de produção de três milhões de litros/mês, podendo ser ampliada para até quatro milhões. Além das linhas automotivas Elaion para motores automotivos e Extravida para motores diesel, a planta brasileira produz lubrificantes para as áreas industrial e agrícola. Não há postos de combustível com a bandeira YPF no Brasil.

A fábrica em Diadema produz também lubrificantes marítimos para uso em embarcações, e também a linha da Gulf Oil Marine, conforme acordo internacional estabelecido pelas duas empresas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens da semana

Coisa Velha

Jornal BLEH!