sábado, 15 de julho de 2017

Coluna "Mecânica Online": Engine of the year - Os melhores motores de 2017




Tarcisio Dias*

A coluna Mecânica Online destaca os motores vencedores do Engine of the Year 2017. Uma premiação mundial que reúne o que há de mais moderno em inovação e tecnologia quando o assunto é motorização, e claro, não poderíamos ficar de fora do seleto grupo de 58 representantes mundiais entre os jurados. Junto comigo, apenas mais dois representantes brasileiros.

Mas vamos então ao que interessa! Pelo segundo ano consecutivo, ou seja, bicampeão, temos o motor Ferrari 3.9 litros Twin-turbo V8 que conquista o prêmio principal da premiação, ou seja, é Motor Internacional do Ano 2017! Este motor é oferecido na Ferrari 488 GTB e Spider.

Os vencedores do 19º Prêmio Internacional do Motor do Ano foram anunciados em uma cerimônia na Engine Expo 2017, importante feira que acontece em Stuttgart, na Alemanha. E foi o Ferrari V8 denominado F154CB que triunfou mais uma vez, se juntando a uma lista exclusiva de apenas quatro outros motores na história do prêmio a conquistar o título por dois anos consecutivos.

O poder explosivo de 661 cavalos de potência entregues a 8.000 rpm e 760 Nm de torque a partir de 3.000 rpm em sétima marcha, juntamente com um tempo de resposta de aceleração de apenas 0,8 segundos a 2.000 rpm na terceira marcha, impressionou o painel de 58 juízes internacionais de 31 países, novamente.

Dean Slavnich, co-presidente do International Engine of the Year Awards, disse que é esse o nível de louvor universal do painel de julgamento independente de prêmios que coloca o Ferrari V8 como um verdadeiro powertrain: "É apropriado que, provavelmente, temos o melhor motor com turboalimentação já desenvolvido e que garantiu os títulos do Prêmio Internacional do Motor do Ano. É uma mistura de desempenho “cardíaco” tanto na estrada como na pista, com um glorioso V8 Maranello e um design ultra-sofisticado que é carregado com tecnologias avançadas que torna o Ferrari V8 imbatível por mais um ano ".

Já o prêmio de New Engine, muito representativo também e disputado, foi vencido pelo híbrido biturbo V6 de 3.5 litros da Honda, que pode ser encontrado no novo Acura-NS e outros modelos da Honda. Depois de 11 anos, a Honda volta a vencer em uma categoria da premiação.

Entre as opções de eficiência cada vez maior nos combutíveis alternativos, a categoria Engine Green (melhor motor verde) ampliou o leque de gasolina e diesel, para modelos híbridos e o motor vencedor foi o mesmo também na mais nova categoria do prêmio criada este ano – Melhor motor elétrico.

Assim, a disputa esperada entre Volkswagen, Renault /Nissan, GM e BMW entre outras marcas, terminou com a vitória da Tesla. Levou os dois prêmios – Motor Verde e Motor Elétrico, mostrando a força do Modelo S e do Modelo X, ambos amplamente considerados como os veículos de referência no setor de EV.

Não é estranho que a Tesla conquiste seus prêmios, por quatro vezes a marca já conquistou o título de Motor Verde, ultrapassando modelos como BMW i3 e GM Chevrolet Bolt.

A categoria de 1 litro para 1.4 litro manteve também o vencedor do ano passado com o eficiente PSA Peugeot Citroën de 1.2 litro turbo de três cilindros, deixando para trás a concorrência da Volkswagen, Fiat Chrysler e BMW.

Mas foi a BMW quem conquistou a categoria entre 1.4 e 1.8 litro, por seu grupo de propulsão híbrida elétrica de três cilindros de 1.55 litro, oferecido no i8.

A Porsche não tem o que reclamar. A marca conquistou com os melhores motores nas categorias de 1.8 a 2.0 litros com o motor turbo de 2 litros do 718 Boxster e Cayman e ganhou também na categoria de 2.5 a 3.0 litros com o Porsche 3.0 litros turbo de seis cilindros, em um campo difícil, incluindo Alfa Romeo, Mercedes-AMG e BMW.

Já a Audi conquistou a vitória entre os motores de 2 a 2.5 litros, com seu motor turbo de cinco cilindros de 2.5 litros. É a oitava vitória seguida dessa motorização e a 13ª conquista geral para a Audi na premiação.

“O cinco-cilindros vem sendo indelevelmente ligado a Audi por mais de 40 anos, e continuamos a desenvolvê-lo e refiná-lo”, afirmou Peter Mertens, Membro do Conselho Administrativo para Desenvolvimento Técnico da AUDI AG. “No ano passado, apresentamos o TT RS, modelo no qual o redesenvolvido motor de alumínio fez sua estreia.”

O 2.5 TFSI está disponível nos TT RS Coupé e Roadster e nos RS 3 Sportback e Sedan. Com 400 cv de potência e 400 Nm de torque, é o motor de cinco-cilindros mais potente em produção no mercado global. Com essa unidade, o RS 3 Sportback acelera de 0 a 100 km/h em 4,1 segundos e a velocidade máxima é de 250 km/h, limitada eletronicamente. Opcionalmente, pode chegar a 280 km/h.

As marcas de peso pesado estiveram no lugar mais alto nas categorias de maior capacidade. A começar pela Ferrari, com a terceira vitória para o V8 twin-turbo de 3.9 litros ganhando entre os motores de 3.0 a 4.0 litros.

Acima de 4.0 litros o motor naturalmente aspirado V12, de 6.3 litros da Ferrari foi o vencedor, na frente de BMW, Jaguar Land Rover, Mercedes-AMG, Fiat Chrysler e Aston Martin.

Do outro lado da balança, quando o assunto são os motores abaixo de 1.0 litro, pelo sexto ano consecutivo temos a vitória do Ford 1.0 litro EcoBoost a gasolina. Compacto e potente, esse motor já ganhou 10 prêmios internacionais de Motor do Ano desde o lançamento em 2012 e está presente em um a cada cinco veículos da Ford vendido na Europa. Para 2018 a Ford reserva a implementação da tecnologia inovadora de desativação de cilindros para reduzir as emissões de CO2 e melhorar ainda mais a eficiência de combustível.

O prêmio “Motor Internacional do Ano” é apresentado anualmente desde 1999. Um painel internacional de 58 jornalistas automotivos, com três representantes brasileiros, entre eles, Tarcisio Dias, do Mecânica Online®, selecionam os melhores motores do ano em diferentes categorias.

*Tarcisio Dias é profissional e técnico em Mecânica, além de Engenheiro Mecânico com habilitação em Mecatrônica e Radialista, desenvolve o site Mecânica Online® (www.mecanicaonline.com.br) que apresenta o único centro de treinamento online sobre mecânica na internet (www.cursosmecanicaonline.com.br), uma oportunidade para entender como as novas tecnologias são úteis para os automóveis cada vez mais eficientes.

Coluna Mecânica Online® - Aborda aspectos de manutenção, tecnologias e inovações mecânicas nos transportes em geral. Menção honrosa na categoria internet do 7º Prêmio SAE Brasil de Jornalismo, promovido pela Sociedade de Engenheiros da Mobilidade. Distribuída gratuitamente todos os dias 10, 20 e 30 do mês. http://mecanicaonline.com.br/wordpress/category/colunistas/tarcisio_dias/.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens da semana

Coisa Velha

Jornal BLEH!