segunda-feira, 28 de agosto de 2017

Alpha Notícias: Goodyear traz o pneu do futuro para o Brasil



 

Eagle 360 Urban é movido por Inteligência Artificial 

A Goodyear acaba de trazer ao Brasil o Eagle 360 Urban, pneu em formato esférico impresso em 3-D capaz de sentir, decidir, transformar e interagir. O país é o primeiro na América Latina a receber a peça. 


Com o Eagle 360 Urban, a Goodyear quer ultrapassar os limites com o objetivo de ilustrar uma visão mais clara de como o futuro pode vir a ser. O pneu apresenta uma rede de sensores que permite verificar seu próprio status e coletar informações sobre o ambiente na qual está presente, incluindo a superfície da pista. 

Por meio da conectividade com outros veículos, bem como sistemas de gestão de tráfego, mobilidade e estruturas como prédios e casas, o pneu conceito também coleta informação em tempo real sobre os seus entornos. Ao combinar essas fontes de informação e processá-las instantaneamente usando redes neurais treinadas com algoritmos de aprendizagem, o Eagle 360 Urban decide o curso de ação mais apropriado. E, movido pela Inteligência Artificial, o pneu conceito aprende com ações anteriores sobre como otimizar as respostas futuras.


Feita com polímero superelástico, o pneu tem uma flexibilidade semelhante à da pele humana, permitindo-lhe expandir e contrair. Essa camada exterior cobre um material semelhante a uma espuma, suficientemente forte para manter a flexibilidade apesar do peso de um veículo. Graças a esta flexibilidade, elementos de atuação sob a superfície dos pneus funcionam como músculos humanos e podem reformular as seções individuais do design do pneu, adicionando "ondulações" para condições úmidas ou suavizando para condições secas. Portanto, o pneu conceito se transforma e se adapta às mudanças climáticas e as condições de pista e assim compartilha essas informações com outros veículos e frotas.

Quando o pneu está danificado, os sensores podem localizar o furo. O pneu então gira para criar uma área de contato diferente. Isso reduz a pressão sobre o furo e permite que o processo de autorrecuperação seja iniciado. Uma reação física e química para formar novas ligações moleculares e reparar o dano. 


Esta nova geração de pneus trará facilidades e benefícios na operação de frotas de veículos autônomos, maximizando o tempo de atividade e fornecendo manutenção proativa. Para o condutor que viaja diariamente, eles oferecerão uma experiência aprimorada acrescentando uma nova dimensão ao desempenho de segurança e capacidades de aprendizagem de direção autônoma.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens da semana

Coisa Velha

Jornal BLEH!