segunda-feira, 1 de janeiro de 2018

Alpha Notícias: JAC Motors prevê um crescimento de 15% no mercado de veículos em 2018




Marca cresceu mais de 40% durante o ano de 2017

O mercado brasileiro de automóveis fechou o ano de 2017 em recuperação. Em dezembro, o total de emplacamentos foi de 204.691 unidades de automóveis e comerciais leves, registrando aumento de 2,9% quando comparado às vendas do mesmo mês em 2016, com 199.013 veículos. No acumulado de 2017, as vendas somam 2.172.449 unidades, o que dá um crescimento de 9,4% quando observado o volume de 2016 com 1.986.424 unidades.

“Enquanto os fabricantes falavam em menos de 7% de crescimento, nós, da JAC Motors, sempre defendemos aumento nas vendas na casa dos 10%. O mercado passou a operar num ritmo mais acelerado a partir de abril e não parou mais”, lembra Sergio Habib, presidente da JAC Motors Brasil.

De acordo com o executivo, a expressiva recuperação de um mercado que vinha caindo consecutivamente desde 2012 tem um fator primordial: a taxa Selic. “A queda sucessiva na taxa de juros em 2017 ampliou sensivelmente o volume de negócios. Prestação mais baixa aumenta venda. É simples”.

Ele dá um exemplo concreto para explicar esse fenômeno. O cliente que entrou numa concessionária JAC em março de 2017, disposto a adquirir um T5 (cerca de R$ 70 mil), dando 30% de entrada e financiando o saldo em 48 vezes, arcava com um prestação mensal de R$ 1.477. Em dezembro, no entanto, o mesmo modelo de negócio já rendia um pagamento mensal de R$ 117 a menos. 

Tanto que Sergio Habib prevê um crescimento de 15% para 2018. “Teremos uma Selic de 7% não somente no finalzinho do ano, como foi em 2017, mas a tendência é que prevaleça essa taxa durante 2018 inteiro. E há muito represamento de consumo! Há milhares de brasileiros que compraram carros em 2012, 2013 e 2014 que queriam trocar por um zero km em 2017, mas ficavam receosos com o custo do crédito. Eles vão comprar agora”, aposta.

JAC Motors cresce mais de 40% em 2017

De olho nesse ritmo intenso de crescimento, a JAC Motors já prepara 4 ou 5 lançamentos em 2018, sendo que boa parte desses modelos irá atuar em novos segmentos de mercado, aproveitando-se, inclusive, do final da imposição de cotas que “segurou” o line-up da marca até 2017. “Teremos novos SUV´s, uma picape, uma van... Estimamos dobrar nossas vendas em 2018 frente ao que comercializamos em 2017”.

Em dezembro, a JAC Motors ampliou ainda mais o ritmo de aumento nas vendas que havia demonstrado nos meses anteriores, com alta de 27,4% quando consideradas as vendas de dezembro de 2016 – 641 unidades contra 503 unidades, respectivamente. 

No acumulado do ano, a JAC Motors registrou crescimento de 40,2% – versus 9,4% do mercado. Com esse percentual, assegurou uma invejável terceira colocação dentre os percentuais de crescimento de todas as marcas do país. No total, a marca comercializou 3.823 unidades em 2017. 

Fábrica em Goiás

A JAC Motors formalizou em dezembro o processo de instalação de seu complexo industrial no país. O local não foi escolhido até agora, apesar de haver ótimas opções. O investimento total será de R$ 200 milhões, com geração de 820 empregos diretos e indiretos. A planta terá capacidade para produzir 35 mil unidades ao ano.

“Nós jamais deixamos de trabalhar para a implantação de nossa fábrica no Brasil, tanto que uma fração do investimento total vem sendo aplicada no desenvolvimento dos modelos e nossos entendimentos com o MDIC (Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio) têm sido frequentes”, explica Habib. 

Entusiasmado com esse largo passo dado pela empresa, Habib expôs ao governador de Goiás, Marconi Perillo, o expressivo crescimento em 2017, em que a JAC Motors registra 40% de aumento nas vendas contra 11% de todo o mercado. “Para 2018, devemos dobrar o volume de 2017, chegando a 8 mil unidades”, acentuou Habib, lembrando que, em 2017, a marca vem sofrendo com a limitação imposta pelas cotas do Inovar-Auto, algo que deixará de existir no próximo ano. “Voltaremos a vender em 2018 o que tivermos competência pra vender, não aquilo que a lei impõe como limite”, disse Habib ao governador.

O empresário também detalhou ao governador Perillo a cronologia de todo o projeto fabril, que tem previsão de início de produção dentro de 24 meses e incluirá dois SUV´s: o T40 e um novo modelo, ainda sob sigilo. Conforme prevê a atual legislação que rege o sistema automotivo brasileiro – Inovar-Auto –, a JAC Motors cumprirá já no primeiro ano de atividades da planta oito etapas do processo produtivo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens da semana

Coisa Velha

Jornal BLEH!