domingo, 4 de fevereiro de 2018

Alpha Notícias: Aliança Renault-Nissan-Mitsubishi assume liderança global de vendas de veículos




Foram 10,6 milhões de veículos comercializados em todo o mundo durante o ano passado

A Renault-Nissan-Mitsubishi forma a maior aliança automobilística global: em 2017 foram 10.608.366 veículos comercializados em todo o mundo. Pelos números, os membros da Aliança estão presentes em quase 200 países, sob dez marcas diferentes: Renault, Nissan, Mitsubishi Motors, Dacia, Renault Samsung Motors, Alpine, Lada, Infiniti, Venucia e Datsun.

"Com mais de 10,6 milhões de veículos de passeio e comerciais leves vendidos em 2017, a Renault-Nissan-Mitsubishi se tornou o grupo automobilístico mundial número 1. Esta evolução é resultado da extensão e abrangência de nossa gama de produtos, nossa presença internacional e a atratividade das tecnologias presentes em nossos veículos", disse Carlos Ghosn (foto), CEO da Aliança Renault-Nissan-Mitsubishi. 

As vendas do Grupo Renault aumentaram 8,5% totalizando 3.761.634 veículos em 2017. Foi um ano recorde tanto para a Renault – marca francesa mais vendida em todo o mundo e segunda marca mais vendida na Europa – como para a Dacia. No contexto de seu plano Drive The Future, a Renault tem o objetivo de manter seu crescimento em 2018, por meio da expansão de suas operações internacionais e a renovação de sua gama de modelos.

Em 2017, a Nissan Motor Co. Ltd. vendeu 5.816.278 veículos em todo o mundo, um aumento de 4,6% em comparação com 2016. A marca também anunciou seu novo plano estratégico de 6 anos, o Nissan M.O.V.E. to 2022. As vendas da Nissan aumentaram 1,9% nos Estados Unidos e 12,2% na China. Em comparação com o ano anterior, as vendas da marca Infiniti aumentaram 7%, totalizando 246.492 veículos em 2017.

Já a Mitsubishi Motors Corporation vendeu um total de 1.030.454 veículos em 2017, um aumento de 10% em comparação com o ano anterior. O aumento dos volumes foi alavancado pela China – mercado-chave do plano Drive For Growth da Mitsubishi –, onde as vendas aumentaram 56% em comparação com 2016. Com 129.160 unidades vendidas, a China se tornou o maior mercado da Mitsubishi Motors, graças principalmente ao sucesso do Outlander, produzido localmente. A Mitsubishi também teve uma boa performance no sudeste asiático em 2017, onde o crescimento de 17% se deve ao lançamento na Indonésia do XPANDER, um monovolume do segmento SUV. No Japão, as vendas aumentaram 7% com a retomada do segmento kei car (mini).

Aliança se mantém no topo das vendas de veículos elétricos

Desde o lançamento do Nissan LEAF, em 2010, a Aliança Renault-Nissan-Mitsubishi vendeu 540.623 veículos elétricos. Em vendas acumuladas, a Aliança mantém a liderança em veículos de passeio e comerciais leves 100% elétricos.

Primeiro veículo elétrico produzido para o grande público, o Nissan LEAF continua a bater recordes de vendas: 300.000 unidades foram vendidas desde seu lançamento, em dezembro de 2010. O novíssimo Nissan LEAF, revelado em 2017, oferece aos seus clientes maior autonomia, tecnologias de ponta e um novo design dinâmico. Ele foi lançado no mercado japonês em 2017 e será comercializado em outros mercados importantes a partir de 2018, como os Estados Unidos ou a Europa. Mais de 40.000 pedidos foram recebidos para o modelo, sendo 13.000 pedidos no Japão, 13.000 pré-reservas nos Estados unidos e mais de 12.000 na Europa. Já o Nissan e-NV200, veículo comercial vendido principalmente na Europa e no Japão, teve sua autonomia aumentada em 100 km na Europa.

Pelo terceiro ano consecutivo, a Renault mantém a liderança em vendas de veículos elétricos na Europa, com uma participação de mercado de 23,8% e um aumento de 38% em comparação com o ano anterior. Veículo elétrico mais vendido em Europa, o Renault ZOE teve um aumento de 44% nas vendas. Desde 2011, a Renault vendeu mais de 150.000 veículos elétricos no mundo, incluindo os modelos Renault ZOE, Kangoo Z.E., Fluence Z.E. e SM3 Z.E.. Com a revelação do Master Z.E., em 2017, a Renault oferece agora uma gama de veículos comerciais leves zero emissão única no mundo (Twizy Cargo, ZOE Société, Kangoo Z.E. e Master Z.E.).

Em 2017, a Aliança Renault-Nissan-Mitsubishi vendeu 91.000 veículos elétricos, em alta de mais de 11% em comparação com 2016.

Plano estratégico Alliance 2022

No âmbito do plano estratégico Alliance 2022, a Aliança Renault-Nissan-Mitsubishi prevê realizar sinergias anuais de mais de 10 bilhões de euros até o fim de 2022. Serão lançados 12 novos veículos zero emissão e 40 novos veículos equipados com tecnologias de condução autônoma.

Ao término do plano, graças ao lançamento de novos modelos e novas tecnologias no mercado, as vendas anuais acumuladas da Aliança devem ultrapassar os 14 milhões de unidades e gerar um faturamento de US$ 240 bilhões.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens da semana

Coisa Velha

Jornal BLEH!