terça-feira, 17 de julho de 2018

Alpha Serviços: Preços de pneus variam até 53% no mercado online




Maior diferença é encontrada em produtos destinados aos carros SUV

Uma pesquisa indicou diferenças de até 53% nos preços dos varejistas online, quando considerados produtos referentes às categorias de veículos SUV, Sedan e Hatch numa amostragem de 1.400 ofertas. A maior variação ficou entre os pneus do tipo Aro 17, com 38%, produto que é usado em automóveis do tipo SUV, como Sportage, Pajero e Freemont. Em análise por veículo, o pneu destinado ao Tiguan apresentou diferenças de preços de até 53%. 

"Após a análise de preços das ofertas presentes na plataforma, constatamos que os varejistas especializados no comércio de pneus oferecem os melhores preços em relação aos grandes varejistas nacionais, conhecidos por ofertarem uma diversidade de produtos além do segmento automotivo", explica Fernando Cesar, co-fundador da startup PNEX. 

Já entre os pneus de Aros 16 e 14, utilizados em automóveis dos tipos Sedan e Hatch, foram encontradas alterações na casa dos 23,6%. O destaque ficou entre os produtos destinados aos carros Cerato e Picanto, ambos da montadora Kia, com variáveis de 32% e 44%, respectivamente. 

Por fim, os pneus de Aro 13, comuns nos automóveis populares, apresentaram diferença média de 15,4%, chegando a 18% em produtos indicados para o Chevrolet Celta. A menor oscilação de valores da categoria ficou entre os pneus utilizados pelos carros UP!, Mobi e Uno, com 14%. 

Diferenças de preços dependem de marcas e varejistas 

O levantamento também apontou diferenciações de preços entre as principais marcas presentes no varejo. A maior variação ficou entre os pneus Continental Aro 17, que apontaram valores entre R$ 319,00 e R$714,92, 55% de diferença; seguido pelas marcas Michelin (47%) e Firestone (41%). Já sobre os produtos Aro 13, a marca Continental também teve grandes oscilações, com custos até 50% maiores, acima da marca Firestone (34%) e Pirelli (26%). 

"Vivemos um momento em que a mobilidade está em debate. Enquanto nossos olhos estão focados na questão do combustível, é preciso mostrar que variações de preços ocorrem em diversos produtos do segmento automotivo, o que impacta diretamente na renda de quem vive ou consome nesse mercado", conclui Laurent Maubré, sócio-fundador da plataforma. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens da semana

Coisa Velha

Jornal BLEH!