sexta-feira, 24 de agosto de 2018

Alpha Motos: Honda traz cinco versões da linha CRF 2019 para o Brasil






Modelos são protagonistas no cenário mundial das competições de motocross, rali e enduro e tem preço a partir de R$40.590,00

A Honda apresentou a linha CRF 2019, representadas pelas 450 e 250, maiores representantes da linha de off-road da marca. A CRF 450 poderá ser encontrada em três versões 450X, 450R e 450RX e a CRF 250 nas versões 250R e 250RX. 


Três modelos merecem destaque especial: a totalmente renovada CRF 450X e as novas CRF 250RX e CRF 450RX. As CRF 450RX e CRF450X receberam muitos aperfeiçoamentos, resultando em motocicletas ainda mais competitivas, mas que souberam preservar o caráter múltiplo, capaz de atender tanto as expectativas dos mais experientes pilotos de rali e enduro, como as daqueles que desejam uma moto de altíssima especificação para as trilhas de final de semana. 

Já a inédita CRF 250RX, derivada da CRF 250R de motocross, e inspirada na "irmã maior" CRF 450RX, é direcionada a pilotos que preferem e/ou necessitam da imensa agilidade que uma 250 pode oferecer. Sua maneabilidade aliada ao peso reduzido, pronta resposta ao acelerador e eficácia de suspensões e freios são elementos fundamentais para enfrentar terrenos desafiadores. 

Na sequência, a descrição das cinco novas integrantes da linha Honda CRF 2019. Importadas do Japão, tais modelos contam com o apoio da maior rede de concessionários presente no território brasileiro, com mais de 1.100 pontos de venda. 

CRF 450R 

Projetada para a prática do motocross, a versão 2019 da CRF 450R estreia um novo chassi e balança de suspensão traseira, plenamente adequados para suportar toda a força do motor que ganhou torque e potência máxima. 

Mais leve que sua predecessora de 2018 – quase um quilo a menos – a CRF450R inaugura na linha 2019 o HRC Launch Control, sistema eletrônico de auxílio à largada selecionável em três níveis: 1º Muddy (lama)/Beginner (iniciante), 2º Dry (seco)/Basic ou 3º Dry/Expert. O motor também permite escolher, por meio do EMSB - Engine Mode Select Button, entre três níveis diferentes de emissão de potência – Standard, Smooth (suave) ou Agressive. 

Completam as principais novidades da CRF 450R 2019 o novo guidão Renthal Fat Bar ajustável em quatro posições, o par de ponteiras de escape mais longas e o tanque de combustível em titânio, que auxilia de maneira inequívoca a redução da massa. A CRF 450R pesa apenas 112 kg. 

CRF450RX 

A mais elaborada Honda para a prática enduro, a CRF 450RX, deriva diretamente da CRF 450R de motocross. As diferenças se concentram à roda aro 18" (aro 19" na CRF 450R), tanque de combustível de plástico e com maior capacidade (8,5l contra 6,3l) e a existência do cavalete lateral em aluminio forjado. 

Como na irmã "R", a CRF 450RX se vale do renomado motor monocilindro SOHC Unicam, dotado do HRC Launch Control e do Engine Mode-EMSB em três níveis. Outro ponto em comum à ambas é o guidão Renthal, os aros de alumínio pretos e o sistema de partida elétrica. O peso em ordem de marcha é de 116 kg. 

CRF 450X 

Nova em cada detalhe, a CRF 450X é uma genuína integrante da família das Honda CRF 450 de competição, distinguindo-se, porém, em itens que a tornam ideal para uso intensivo – leia-se muitas horas ao guidão –, típicas dos ralis. Por conta disso, o motor SOHC e é dotado de ventoinhas nos radiadores, o que auxilia na manutenção do equilíbrio térmico e, consequentemente, na confiabilidade. 

Outro diferencial da CRF 450X é o câmbio de seis marchas – cinco na CRF 450R e CRF 450RX – e a presença de um conjunto de carenagem/number plate com farol e quadro de instrumentos dotado de velocímetro, dois hodômetros, indicador de consumo instantâneo, médio e autonomia restante. O peso em ordem de marcha da CRF 450X é de 125 kg. 

CRF 250R 

No motocross, a categoria 250 é reconhecidamente a mais equilibrada, na qual detalhes fazem a diferença entre vitoriosos e derrotados. No projeto da Honda CRF 250R 2019 o conceito de que um bom começo é meio caminho andado para o sucesso foi levado a sério: equipada com o HRC Launch Control, a CRF 250R será sempre forte candidata a título em qualquer disputa, com o piloto podendo escolher entre três níveis – Muddy, Dry e Dry/Expert. Como na CRF 250RX, a "R" também possibilita três ajustes de motor via EMSB - Engine Mode Select Button. 

O moderno monocilindro DOHC, igual ao da CRF 250RX, tem ajuste que privilegia a transmissão de potência ao solo de maneira mais agressiva, característica desejável no motocross. Também o ajuste das suspensões Showa é mais rígido que na CRF 250RX assim como a roda traseira é de 19" (18"na CRF 250RX). Um diferencial particular na CRF 250R é o tanque de menor capacidade (6,3l) feito em titânio, o que faz dela a mais leve da família: apenas 108 kg em ordem de marcha. 

CRF 250RX 

Grande novidade do segmento trail/enduro mundial, a CRF 250RX exalta o potencial típico das 250, com grande adequação a terrenos mais difíceis e a pilotos de menor experiência e porte físico. 

Uma 250 é caracterizada por ser uma máquina ágil e fácil de ser levada em trilhas técnicas, o que torna a pilotagem menos estressante e eficaz. Derivada da CRF 250R de motocross, a CRF 250RX utiliza o mesmo chassi e motor, que, porém, tem acerto diferente resultando em respostas menos agressivas ao acelerador. Mesmo assim, o sofisticado monocilindro DOHC com quatro vávulas de titânio e alimentado pelo sistema PGM-FI. 

Como nas CRF 450R e CRF 450RX, também estão presentes na CRF 250RX o EMSB - Engine Mode Select Button, com três diferentes mapeamentos do motor, e o HRC Launch Control System com os mesmos três níveis de auxílio a largada. 

O tanque de plástico tem capacidade de 8,5 litros e possibilita autonomia de aproximadamente 65 km. Cavalete lateral de alumínio forjado e a partida elétrica, mais do que itens de comodidade, são fundamentais para uma verdadeira off-road de última geração. Com peso em ordem de marcha de referência – apenas 111 kg – a CRF 250RX é seguramente a mais moderna e competitiva motocicleta de sua categoria. 

Equipamentos comuns à todas as CRF: 

- Suspensão dianteira upside-down Showa SPG 49mm;
- Suspensão traseira Pro-Link Showa;
- Injeção eletrônica PGM-FI;
- Partida elétrica;
- Bateria 12V de Li-ion;
- Discos de freio de 260mm (dianteiro) e 240mm (traseiro);
- Rodas de alumínio DID pretas 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens da semana

Coisa Velha

Jornal BLEH!