terça-feira, 14 de agosto de 2018

Alpha Notícias: Iochpe-Maxion comemora 100 anos e quer expandir negócios na Ásia e Índia




Aproximadamente 75% da produção e vendas do Grupo ocorrem fora do país

A Iochpe-Maxion completa 100 anos tendo a inovação como seu maior combustível. Desde 1918 o Grupo gerou ao mercado brasileiro grandes progressos como: o início da produção de rodas de aço no país, exportação de rodas para a América do Norte, produção de rodas para tratores, caminhões e ônibus, além das mais variadas tecnologias para fabricação de carretas, fundição ferroviária e componentes automotivos. 

Companhia brasileira de capital aberto, aproximadamente 75% da produção e vendas do Grupo ocorrem fora do país. “Buscar a liderança nos setores onde atuamos é parte de nossa visão e motivo de grande orgulho para a equipe da Maxion, e por isso aprendemos ao longo dos anos a nos reinventar das mais diversas formas bem como fazer da tecnologia e a contribuição de nossos profissionais os grandes catalisadores da inovação”, pontua Marcos S. de Oliveira (foto), CEO da Iochpe Maxion. 


Construída e desenvolvida pelas mãos de diversos líderes, desde 1918 até os dias de hoje, todas as unidades do grupo seguem a mesma missão de seus fundadores, a família Ioschpe: empreender, contribuir para a economia das regiões onde atua e crescer de forma sustentável. Seja no ramo madeireiro ou ferroviário, focando nos trilhos ou no asfalto, fabricando rodas automotivas ou ferroviárias, ao revisitar a sua história é possível observar como sua existência foi parte integral do desenvolvimento industrial no Brasil. 

Referência em tudo que faz 

Tendo a inovação como seu maior combustível, ao longo dos seus 100 anos a Iochpe-Maxion gerou ao mercado brasileiro grandes progressos como: o início da produção de rodas de aço no país, exportação de rodas para a América do Norte, produção de rodas para tratores, caminhões e ônibus, além das mais variadas tecnologias para fabricação de carretas, fundição ferroviária e componentes automotivos (autopeças). 

Com o desenvolvimento dos negócios e a especialização nesses segmentos de atuação, o grupo focou a empresa em duas unidades automotivas distintas: a Maxion Structural Components, dedicada à fabricação de componentes estruturais e a Maxion Wheels, dedicada à fabricação de rodas de aço e alumínio, além de sua atuação no setor de vagões de carga e componentes ferroviários. 

Com a Maxion Structural Components, a empresa focou na expansão de suas linhas de produção de longarinas, chassis e travessas e conquistou o posto de fornecedor de grandes montadoras nas Américas. Já com a Maxion Wheels focou-se na produção rodas de aço e de alumínio, garantindo o posto de maior fabricante de rodas do mundo.Além disso, a empresa também se destacou no setor o ferroviário nacional através da sua atuação na AmstedMaxion e da GreenbrierMaxion.

Reinventando a roda 

Considerada a maior fabricante de rodas do mundo a Iochpe-Maxion, por meio de sua divisão Maxion Wheels, mantem uma vasta experiência e conhecimento técnico em rodas de aço e alumínio, produzindo um amplo mix que atende desde veículos leves e comerciais a máquinas agrícolas. 

Sempre em busca de soluções que permitam melhorar a performance produtiva através da combinação tecnologia e inovação, a Maxion Wheels gerou a indústria de rodas grandes evoluções para o mercado. 

“Hoje somos o maior fabricante de rodas do mundo, produzimos mais de 60 milhões de rodas globalmente, construímos em 2016 uma nova fábrica de rodas de alumínio em Limeira e continuamos expandindo nossas operações nas Américas, Europa e Ásia, e quando olhamos as perspectivas de crescimento e requerimentos tecnológicos da indústria automotiva, vemos que estamos preparados para atender as demandas dos nossos clientes” conclui o executivo. 

Do Brasil para o mundo 

Com uma estratégia de avançar globalmente para produzir próximo aos seus clientes, a Iochpe-Maxion possui hoje 31 unidades fabricas ao redor do mundo, localizadas em 14 países, sendo 4 delas no Brasil. Seus produtos são comercializados em mais de 42 países, espalhados pelos cinco continentes, destinados principalmente para: EUA, América Latina, África e Oriente Médio, Europa. 

Seu grande movimento de internacionalização foi marcado pela inauguração de uma planta industrial em Nantong, China, para produção de rodas de aço para veículos comerciais. Na sequência adquiriu os negócios de rodas da ArvinMeritor no Brasil, México e Estados Unidos, com unidades industriais na cidade de Limeira (SP) e no México, e na cidade de San Luis Potosi. 

E, em seus mais recentes movimentos rumo a globalização, comprou a Hayes Lemmerz, tradicional fabricante internacional de rodas automotivas de aço (para veículos leves e comerciais) e alumínio (para veículos comerciais), com 17 unidades industriais nos Estados Unidos, no México, no Brasil, na Alemanha, na República Tcheca, na Turquia, na Espanha, na Itália, na África do Sul, na Índia e na Tailândia, garantindo um ganho de participação expressiva nesses mercados e adquiriu também a Inmagusa, operação de componentes estruturais, da família Galaz em Monclova no México. 

Marcada pelos seus movimentos de inovação e expansão o grupo busca expandir mais seus negócios na Ásia e Índia levando o empreendedorismo que tanto marcou o Brasil para conquistar o mundo. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens da semana

Coisa Velha

Jornal BLEH!