domingo, 26 de agosto de 2018

Coluna "Mecânica Online": Pneu inteligente: desafios para mobilidade compartilhada e elétricos




Tarcisio Dias* 

Na última edição do Salão do Automóvel de Genebra, a Goodyear exibiu os avanços do seu protótipo de um pneu inteligente. Trata-se de um pneu com completo sistema de informação, que inclui sensores e algoritmos alojados em uma nuvem que trabalha em conjunto para comunicar em tempo real, por meio de aplicativo, o desempenho das frotas. 


"À medida que a mobilidade partilhada continua a crescer em popularidade, começamos a enxergar que as aplicações por quilômetros percorridos em veículos também estão aumentando substancialmente ", afirmou Chris Delaney, Presidente da Goodyear Europa, Oriente Médio e África. 


"Para os operadores de frotas partilhadas, gerir de forma proativa as questões relacionadas com o serviço de pneus é fundamental tanto para a experiência do cliente como para o modelo de negócio". 

O protótipo de pneu inteligente garante uma conectividade permanente e compartilha dados em tempo real, permitindo uma utilização ótima dos pneus para uma mobilidade mais segura e rentável, e uma maximização do tempo de operação. 

Os sensores do pneu inteligente, em conjunto com a informação do veículo e de terceiros, fornecem dados em tempo real aos algoritmos patenteados pela fabricante. 

Graças a estes algoritmos, a informação sobre a identificação e o estado dos pneus, incluindo o desgaste, a temperatura e a pressão, é permanentemente atualizada e partilhada com os operadores de frota. 

"A informação relativa à performance e ao desgaste dos pneus fornece um sinal em tempo real sobre quando um pneu necessita de serviço para ampliar os seus atributos em termos de vida útil, economia de combustível e outros fatores de desempenho", prosseguiu Delaney. 

"Este tipo de manutenção proativa permite aos operadores de frotas identificar e resolver com precisão questões relacionadas com os pneus e eventuais serviços antes que estes ocorram". 

A mobilidade partilhada continua a aumentar, com base nas aspirações de um custo reduzido e uma maior comodidade para os consumidores. 

Em 2015, os quilômetros compartilhados representaram 4% da quilometragem total percorrida no mundo. Prevê-se que este número supere os 25% em 2030. 

"Á medida que o panorama da mobilidade continua evoluindo, as necessidades dos consumidores e dos operadores de frotas também cresce", referiu Delaney. 

Já o protótipo EfficientGrip Performance com tecnologia Electric Drive é o mais recente passo no desenvolvimento de pneus que atendam às necessidades específicas dos veículos elétricos. 

Os testes revelam que os pneus tradicionais podem sofrer um desgaste até 30% mais rápido nos veículos elétricos, devido ao substancial torque instantâneo dos motores elétricos e ao maior peso deste tipo de veículos devido aos packs de baterias. 

“A combinação de termos cada vez ter normas para reduzir emissões, a vontade de reduzir a dependência de combustíveis fósseis e os rápidos avanços registrados na tecnologia de baterias criam um ambiente ideal para veículos elétricos”, acrescentou Chris Delaney, Presidente da Goodyear Europa, Oriente Médio e África. 

“A combinação de termos cada vez mais normas para reduzir as emissões e a vontade de reduzir a dependência de combustíveis fósseis, aliados aos rápidos avanços registrados na área da tecnologia de baterias estão criando um ambiente ideal para os veículos elétricos”, disse Delaney. 

“Estamos trabalhando com os fabricantes de automóveis para apresentar a nossa tecnologia Electric Drive no próximo ano, concebida para lidar com as exigências de performance únicas deste crescente segmento de veículos”. 

Além dos requisitos de durabilidade dos pneus, os fabricantes de automóveis pressionam no sentido de uma menor resistência ao rolamento nos veículos elétricos. 

Aumentar a autonomia é uma prioridade clara para os consumidores, devido a uma subdesenvolvida infraestrutura de recarga elétrica na maioria dos países. 

O silêncio e o conforto dos pneus são outras considerações, dado que, a baixas velocidades, os veículos elétricos geram apenas metade da quantidade de ruído do que os veículos tradicionais. 

Para enfrentar estes desafios, o protótipo EfficientGrip Performance com tecnologia Electric Drive oferece as seguintes soluções de performance: 

* Maior quilometragem graças ao desenho inovador da banda de rolamento: os sulcos da banda de rolamento são menores e mais estreitos do que as ranhuras tradicionais, proporcionando uma maior área de contato da borracha na superfície da estrada. Com mais borracha na estrada, o pneu pode lidar melhor com elevados níveis de torque e ao mesmo tempo consegue manter um excelente desempenho em piso molhado. O desenho da banda de rolagem também evita que as ondas sonoras entrem nas suas ranhuras, reduzindo o ruído do pneu tanto para o interior do veículo como para o exterior. 

* Construção para elevada capacidade de carga: a forma da cavidade do pneu foi otimizada para suportar o peso adicional do veículo devido às baterias, mantendo, ao mesmo tempo, um ótimo contato da banda de rolamento com o solo, para uma boa performance. 

* Autonomia estendida: as propriedades materiais do composto da banda de rolamento foram ajustadas para proporcionar uma ultra resistência ao rolamento, por forma de ampliar a autonomia do veículo, e fazer frente aos elevados níveis de torque. Adicionalmente, a parede lateral foi desenhada para reduzir a resistência aerodinâmica e o perfil produz menos massa em rotação, resultando em uma redução do consumo de energia. 

*Coluna Mecânica Online® - Aborda aspectos de manutenção, tecnologias e inovações mecânicas nos transportes em geral. Menção honrosa na categoria internet do 7º Prêmio SAE Brasil de Jornalismo, promovido pela Sociedade de Engenheiros da Mobilidade. Distribuída gratuitamente todos os dias 10, 20 e 30 do mês. http://mecanicaonline.com.br/wordpress/category/colunistas/tarcisio_dias/.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens da semana

Coisa Velha

Jornal BLEH!