domingo, 25 de novembro de 2018

Alpha Esportes: Pirelli amplia contrato com a Fórmula 1 até 2023




O novo acordo foi fechado em um curto espaço de tempo

A Pirelli permanecerá como parceira global de pneus do Campeonato Mundial de Fórmula 1 FIA por mais quatro anos. O atual contrato, que vai até o fim de 2019, foi ampliado para as temporadas de 2020 até 2023.

"É uma excelente notícia que a Pirelli esteja prolongando sua parceria com a Fórmula 1 até 2023. Esse novo acordo estende nossa presença para um total de 13 temporadas na era moderna, com a Pirelli também presente em 1950, quando começou o Campeonato Mundial. A Fórmula 1 é e seguirá sendo o ápice do esporte a motor. Este é o ambiente perfeito para a Pirelli, que sempre definiu o motorsport como seu mais avançado e tecnológico laboratório de pesquisa e desenvolvimento”, afirmou Marco Tronchetti Provera, vice-presidente e CEO da Pirelli.

O acordo foi fechado em um curto espaço de tempo, graças a bem-sucedida parceria dos últimos anos. A FOM e a Pirelli concordaram com todas as iniciativas requisitadas pelo esporte atualmente, além de reafirmarem seu compromisso de trabalhar juntas para o novo regulamento técnico esperado para 2021, incluindo os pneus de 18 polegadas.

"A Pirelli tem sido uma importante e valiosa parceira da Fórmula 1 desde 2011. Eles são líderes no fornecimento de recursos inovadores de última geração. São uma marca premium, líderes globais incontestáveis em motorsport e nossa parceria com eles mostra nosso desejo de alinhar a F1 com o melhor em motorsport e além. Estamos muito satisfeitos com esse acordo, que garante um futuro estável e de longo prazo para um componente tão crucial para a Fórmula 1”, disse Chase Carey, presidente e CEO da Fórmula 1.

"Estou feliz pela Pirelli ter sido nomeada por mais um período como fornecedora oficial de pneus para o Campeonato Mundial de Fórmula 1 FIA. Isso permitirá que nós aproveitemos toda a experiência acumulada desde 2011. Sabemos o quão crucial e difícil é o papel da fornecedora de pneus, particularmente na Fórmula 1”, concluiu Jean Todt, presidente da FIA.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens da semana

Coisa Velha

Jornal BLEH!