Pesquise no Google

domingo, 27 de janeiro de 2019

Alpha Notícias: Volkswagen comemora marco na produção global do Tiguan




Cinco milhões de unidades do SUV saíram da linha de montagem em 11 anos

A Volkswagen está comemorando produção do Tiguan número cinco milhões. Sua produção começou em 2007, dando início à história de sucesso desse SUV compacto. Mais de 120 mil unidades deixaram a linha de montagem já ao final do primeiro ano completo de produção, em 2008. Essa marca teve continuidade com um forte crescimento contínuo.


"O Tiguan ultrapassou a marca de cinco milhões de veículos produzidos. O know-how de nossa equipe, o excepcional espírito de equipe e o entusiasmo com que produzimos nossos modelos na Volkswagen constituem os fundamentos desse magnífico sucesso e garantem uma forte base para nossa estratégia de SUVs", comentou Dr. Andreas Tostmann, membro do Conselho de Administração responsável pela Produção. 

Para Bernd Osterloh, presidente dos Conselhos de Trabalhadores Geral e do Grupo, "o Tiguan garante os empregos de milhares de trabalhadores altamente qualificados ao redor do mundo e contribui de forma significativa com seus ganhos. Por isso, é importante não reduzirmos nossos investimentos no desenvolvimento e produção do Tiguan, pois devemos continuar procurando inspirar nossos clientes com esse carro no futuro."

O Tiguan e o Tiguan Allspace são produzidos atualmente em quatro fábricas da Volkswagen: China, Alemanha, México e Rússia. 

Sucesso no Brasil

Lançado em julho de 2018 no Brasil, o Tiguan Allspace, 1º modelo da ofensiva de SUVs da Nova Volkswagen, encerrou o ano de 2018 como o segundo SUV premium mais vendido no País, com 5.773 unidades vendidas, um resultado quatro vezes maior que o desempenho do modelo em 2017. Em outubro, o modelo registrou o seu melhor mês de vendas desde que começou a ser comercializado no Brasil, com mais de 1.000 unidades vendidas.

O Tiguan Allspace faz parte dos cinco SUVs completamente novos que a Volkswagen lançará na América do Sul até 2020. O segundo será o T-Cross, que chegará ao mercado brasileira em abril, e o terceiro SUV dessa estratégia será o Tarek, a ser produzido na fábrica de General Pacheco, na Argentina.

Atualmente, os SUVs representam 23,3% do mercado total de automóveis de passeio no Brasil. É o segmento que mais cresce no País, com aumento de 22,1% em 2018, enquanto outros segmentos evoluíram 10,6%, no mesmo período. Considerando o mercado de carros e comerciais leves, estima-se que em quatro anos, de dez unidades vendidas no Brasil, no mínimo três serão SUVs.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens da semana

Coisa Velha

Jornal BLEH!