Pesquise no Google

quarta-feira, 6 de março de 2019

Alpha Notícias: Nissan revela como deve ser a sua nova geração de crossovers




IMQ concept conta com design moderno e sistema e-POWER com tração nas quatro rodas 

A Nissan revelou no Salão do Automóvel de Genebra o IMQ concept, que conta com design e tecnologias avançadas e sinaliza a direção da próxima geração de crossovers da marca japonesa.

"O design do IMQ combina influências japonesas tradicionais e modernas, apresentando o que será possível quando os futuros crossovers forem propulsionados pela Nissan Intelligent Mobility. Com o IMQ, o interior e o exterior se fundem de forma suave, dando pistas de qual será a direção do nosso design na terceira geração de crossovers da Nissan na Europa", comentou Alfonso Albaisa, vice-presidente sênior de design na Nissan. 


No coração do IMQ se encontra a última geração do e-POWER, um sistema de motor 100% elétrico que entrega uma aceleração instantânea e linear. Ele foi desenvolvido a partir da tecnologia e-POWER disponível nos atuais modelos campeões de vendas no Japão, o Nissan Note e o Serena. No IMQ, ele entrega potência total de 250 kW (ou 340 cavalos) e 71,38 kgfm de torque.

A potência elevada é dirigida a um novo sistema multimotor de tração nas quatro rodas, que proporciona controle preciso e independente de cada roda. A associação do e-POWER à tração integral é ideal nas condições de baixa aderência, como, por exemplo, nas estradas alpinas cobertas de neve nos arredores de Genebra.

As dimensões do IMQ o colocam no segmento C de crossovers da Europa. O exterior e o interior formam design único, limpo e despretensioso, que fica ainda mais surpreendente nas linhas fora da cabine, que foram desenhadas para dar a impressão de uma superfície única contínua.

O IMQ apresenta uma nova e ousada direção para a linguagem do design da Nissan. Ele tem como foco o logo da Nissan integrado à grade V-motion, que está deliberadamente mais sutil. Ela se estende verticalmente pelo capô e horizontalmente pelo para-choque dianteiro, criando cantos proeminentes nas extremidades. Já o capô apresenta surpreendentes recortes com molduras cromadas, com o para-choque se estendendo das passagens de rodas em direção à parte central.


Na traseira, uma linha vertical marcante sai do conjunto ótico formando um spoiler lateral, melhorando a performance aerodinâmica. A parte superior traseira é integrada em uma nova e elegante interpretação do conjunto ótico em formato de bumerangue da Nissan. Formando uma peça única, a tampa traseira se estende até os para-lamas traseiros, repetindo o design do capô.

Um olhar mais atencioso revela o amplo uso de vincos tridimensionais nas áreas escurecidas da parte inferior da carroceria. Estas camadas detalhadas – conhecidas como lamelas (estrutura fina e achatada encontrada muito próximas umas às outras em órgãos respiratórios de alguns animais) – remetem ao design tradicional japonês e se estendem por todo o contorno do crossover.

Completam o exterior as rodas de liga leve de 22 polegadas, com exclusivos pneus Bridgestone Connect, que passam informações ao motorista por meio de interface gráfica. Os dados transmitidos incluem a pressão dos pneus, carga, temperatura, nível de aderência, desgaste e condição em geral, ajudando o IMQ a calibrar automaticamente os sistemas embarcados de controle, para que eles funcionem em seu nível ideal.

A temática do design japonês continua do lado de dentro, associada a tecnologias contemporâneas. As portas do IMQ são articuladas pelas extremidades externas e, quando abertas, revelam um interior espaçoso e futurístico, composto por bancos individuais que se erguem suavemente do assoalho revestido por lamelas, proporcionando uma harmonia visual em relação à parte externa.

O já conhecido painel de instrumentos em formato de "asa planadora" domina a frente da cabine, de onde parte o console central que se estende em direção aos bancos dianteiros e traseiros.

Cada banco esculpido tem acabamento em tecido tecnológico em 3D de dois tons, com corte a laser em um design geométrico inspirado na arte japonesa de trabalhar a madeira, conhecida como kumiko. Esta estampa aparece novamente no painel de instrumentos, revestimentos das portas e bandeja do porta-malas, assim como no acabamento metálico rígido dos encostos dos bancos. As lamelas também foram integradas ao acabamento das portas e na parte superior dos encostos dos bancos, cumprindo o papel de apoio para a cabeça.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens da semana

Coisa Velha

Jornal BLEH!