Pesquise no Google

domingo, 19 de maio de 2019

Alpha Esportes: Daniel Serra deixa Goiânia como líder da Stock Car 2019




Ricardo Zonta e Rubens Barrichello venceram nas corridas realizadas na capital de Goiás 

Ricardo Zonta e Rubens Barrichello venceram as duas corridas realizadas em Goiânia, válidas pela terceira etapa da Stock Car 2019, mas quem sai da rodada dupla na liderança do campeonato é o atual bicampeão Daniel Serra, que agora soma 106 pontos, contra 105 de Rubinho e 78 de Ricardo Maurício. 


“Acho que foi um bom fim de semana. Com a quantidade de combustível que tínhamos que colocar e os botões de ultrapassagem que ainda restavam para a segunda prova, eu acho que fizemos um bom fim de semana de forma geral. Claro que a gente gosta de ganhar. Mas não dá para reclamar de dois terceiros lugares. Principalmente, porque não é fácil conseguir um resultado como esse”, avaliou o novo líder Daniel Serra.

O pole Thiago Camilo havia chegado em primeiro na prova de abertura da rodada dupla, mas na avaliação dos comissários da Confederação Brasileira de Automobilismo o piloto do carro número 21 e também Ricardo Maurício cometeram queima de largada e por isso seus respectivos resultados finais receberam acréscimo de 20 segundos – relegando Camilo ao 13º lugar e Maurício ao 14º posto na corrida.

Com a punição, Daniel Serra subiu de terceiro para segundo na prova inicial, somando este resultado ao terceiro lugar que obteve na prova complementar. Embora Barrichello também tenha subido na classificação da corrida, a alteração favoreceu Serra, que agora lidera com um ponto de vantagem.

Thiago Camilo venceu a primeira corrida de ponta-a-ponta, administrando a vantagem para Ricardo Zonta, que cruzou de forma segura na segunda posição, com Serra e Maurício chegando mais atrás. O principal pega da corrida, no entanto, valeu a quinta posição para Marcos Gomes no duelo contra Max Wilson. 

Segunda corrida

Com o grid invertido para a segunda corrida do dia, como manda o regulamento, Julio Campos saiu da pole por ter sido o décimo colocado na prova 1. O paranaense manteve a ponta na largada, enquanto Galid Osman, que partira em segundo, era superado por Barrichello. Um dos beneficiados pelo fan push (ao lado de Thiago Camilo, Bia Figueiredo, Nelsinho Piquet, Guga Lima e Felipe Fraga), o ex-piloto da Ferrari na F1 aproveitou ao máximo a ativação extra para ganhar a ponta de Campos no pit stop. 

Uma vez na frente, Barrichello tratou de monitorar Campos. O paranaense tentou se aproximar do líder, mas terminou a 1s655 de desvantagem na bandeirada, e teve de ver o vencedor executar sua famosa sambadinha ao sair do carro. Serra completou mais um pódio em terceiro, seguido de Max Wilson e Gabriel Casagrande. 

Às vezes na vida, você acha que está derrotado e que tudo acabou, terminando a primeira corrida em sétimo”, disse Rubinho. “Aí você vai para cima na segunda e vê que está vivo, com mais gasolina que os outros e com o fan push, que foi o que me deu a vitória. Essa foi uma vitória ‘nossa’, de Goiânia. Eu realmente me sinto em casa aqui”, completou o vencedor, bastante cansado e visivelmente emocionado com os aplausos do público que lotou o autódromo. O evento reuniu 22 mil pessoas.

“Ficamos assustados com esse pit stop do Rubinho, que foi muito rápido. Nós tínhamos carro para ganhar a corrida, mas não deu para a gente dessa vez", conta o segundo colocado Julio Campos. 

A próxima etapa da Stock Car acontece daqui três semanas, dia 9 de junho, em Londrina, no Paraná. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens da semana

Coisa Velha

Jornal BLEH!