Pesquise no Google

terça-feira, 11 de junho de 2019

Alpha Motos: Produção de motocicletas segue em ritmo de crescimento




Produção acumulada nos cinco primeiros meses do ano atingiu a marca de 468.962 unidades

A indústria de motocicletas manteve sua curva de expansão em maio com a produção de 100.997 unidades, volume 3,9% superior ao registrado no mesmo mês do ano passado - 97.203 - e 10,7% maior na comparação com abril deste ano - 91.220. 

“O aumento de produção é um reflexo direto da retomada dos negócios no varejo, estimulados pela maior concessão de crédito, pois os agentes financeiros estão mais seguros para oferecer linhas de financiamento para o consumidor”, disse Marcos Fermanian, presidente da Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares – Abraciclo.

A produção acumulada nos cinco primeiros meses do ano atingiu a marca de 468.962 unidades, aumento de 5,3% ante o mesmo período de 2018 - 445.212 motocicletas. 

Emplacamentos

Segundo levantamento do Registro Nacional de Veículos Automotores (Renavam) analisado pela Abraciclo, em maio foram emplacadas 97.989 motocicletas, correspondendo a um crescimento de 20,6% ante o mesmo mês de 2018 (81.238 unidades) e de 4,9% na comparação com abril do presente ano (93.370 unidades). 

A média diária de vendas em maio foi de 4.454 motocicletas, considerando-se os negócios realizados em 22 dias úteis. Esse volume representa uma alta de 12,2% em relação a maio do ano passado (3.968 unidades/dia, com 21 dias úteis) e de 0,2% na comparação com abril do presente ano (4.446 unidades/dia, com 21 dias úteis). De acordo com dados analisados pela Abraciclo, o volume comercializado por dia útil em maio representa o melhor resultado alcançado pelo setor desde junho de 2015 (4.815 unidades/dia). 

No acumulado de janeiro a maio o total de motocicletas emplacadas foi de 450.011 unidades, volume 17,6% superior ao registrado no mesmo período do ano passado (382.660 unidades). 

Exportações em queda 

As exportações das fábricas instaladas no PIM em maio somaram 3.232 unidades, o que representa uma queda de 51,3% ante o mesmo mês do ano passado (6.634 motocicletas). Na comparação com abril do presente ano, no entanto, o resultado é positivo: aumento de 10,5% (2.924 unidades). 

Segundo dados do portal de estatísticas de comércio exterior Comex Stat analisados pela Abraciclo, que registra os volumes de embarques totais de cada mês, a Argentina foi o principal destino das motocicletas em maio com 3.136 unidades, representando 58,6% de participação em relação ao total exportado pelo setor. Em segundo lugar ficou a Colômbia, com 1.296 unidades e 24,2% de participação, seguida pelos Estados Unidos, com 481 unidades e 9% de participação. 

No acumulado de janeiro a maio do presente ano das fábricas instaladas no PIM foram exportadas 17.538 motocicletas, volume 52,1% inferior ao registrado no mesmo período de 2018 (36.626 unidades). 

Pelos dados do Comex Stat analisados pela Abraciclo, no acumulado de embarques totais de janeiro a maio do presente ano a Argentina manteve a liderança no ranking dos principais países compradores, com 8.786 motocicletas, o que corresponde a 48,2% do total exportado. Na sequência, estão os Estados Unidos, com 3.033 unidades e 16,6% de participação, e a Colômbia, com 2.345 unidades e 12,9% de participação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens da semana

Coisa Velha

Jornal BLEH!