segunda-feira, 4 de maio de 2020

Alpha Serviços: Manutenção preventiva do veículo pode ser feita pelo motorista




Ela é a forma mais econômica e segura de garantir seu carro em boas condições de uso

Dados do Grupo de Manutenção Automotiva - GMA indicam que a manutenção preventiva de um carro pode custar até 30% menos do que a corretiva. Ela é, portanto, a melhor forma de garantir as boas condições de uso, além de evitar uma parada inesperada. 

“A manutenção preventiva é fundamental não só para a segurança dos ocupantes do carro e evitar acidentes no trânsito, mas também é uma questão de economia para os motoristas”, afirma Jair Silva, gerente de qualidade e serviços da Nakata.

Segundo Silva, um veículo desregulado ou com peças comprometidas, geralmente, consome mais combustível. Além disso, uma peça que chegou ao final de sua vida útil, se não substituída, pode prejudicar outros componentes e até um sistema todo, gerando gastos muito maiores. 

Ele explica que, para manter o carro em bom estado, é importante seguir as recomendações do fabricante, inclusive, sobre o período indicado para as revisões. “Um mecânico de confiança também pode acompanhar o histórico do veículo e ajudá-lo a identificar quando as peças devem ser trocadas”, comenta Silva, lembrando que um automóvel que circule por estradas esburacadas e de terra deverá efetuar manutenções em um tempo menor que àquele que trafega em vias urbanas e em melhores condições. 

Algumas avaliações podem ser feitas pelo próprio motorista, como a verificação da pressão de ar e estado de pneus, nível do óleo de motor, líquido de arrefecimento e luzes. 

Periodicamente, é recomendável que o mecânico avalie o estado de componentes, como filtro de ar, fluido de freio, óleo lubrificante e filtro de óleo, discos e pastilhas, alinhamento e balanceamento, filtro de combustível, sistema de arrefecimento e sistema de suspensão. 

“Cumprir os prazos da manutenção preventiva pode evitar surpresas desagradáveis como uma parada repentina do veículo devido a alguma pane mecânica, além de economia para o bolso dos motoristas”, completa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens da semana