quinta-feira, 7 de maio de 2020

Coluna "Fernando Calmon": Central multimídia VW Play foi projetada em três anos




Fernando Calmon

Esforços para desenvolver tecnologia localmente estão dando bons resultados. Exemplo do sistema multimídia VW Play que vai estrear no próximo lançamento da marca, no final de junho. 

O SUV cupê compacto Nivus foi projetado no Brasil, no centro técnico da VW de São Bernardo do Campo (SP). José Carlos Pavone e sua equipe desenvolveram um estilo tão atraente que o carro será fabricado também na Espanha. 


Outro desafio: criar uma central de comunicação de última geração, a partir do zero, que pudesse se destacar dos equipamentos já existentes em veículos produzidos aqui e mesmo importados. Para isso algumas startups brasileiras foram contratadas e 50 pessoas participaram do projeto ao longo de três anos. 

A central multimídia inova com HD interno de 10 GB e tem 10,1 polegadas, a maior tela entre as oferecidas hoje em modelos nacionais entre eles Jeep Compass (8,4 polegadas) e Chevrolet Tracker (8 polegadas). A resolução da tela é alta (1.540 x 720 pixels) e o brilho também, com precisão de toque semelhante aos melhores celulares. Há uma loja com sete aplicativos pré-instalados entre eles Waze, Estapar (estacionamento e Zona Azul), iFood, Porto Seguro e Sem Parar (transponder adesivo para pagamento de pedágios virá de fábrica com três meses de gratuidade), além do serviço de streaming Deezer (música) e uBook (áudio-livro). 

O sistema não prevê internet a bordo igual ao que a GM oferece com roteador e um chip dedicado da operadora de telefonia Claro, mas exige conta extra do plano de dados. A VW acredita que clientes de modelos como o Nivus já têm planos com sua operadora que cobrem as necessidades de dados e dispensariam assim pagar mais uma conta. Também está planejando disponibilizar nas concessionárias, como acessório, roteador em pen drive com antena interna para aumentar o alcance do VW Play. Os modelos da GM, porém, dispõem de antena externa e podem rotear wi-fi para até sete celulares ou tabletes. 

A conexão do celular com a central VW Play é feita sem cabo apenas para o sistema operacional iOS, da Apple, enquanto o Android exige cabo. Segundo a consultoria GFK, em 2019, 57,4% do mercado de celulares no Brasil, na faixa de R$ 4.000 para cima, está dominado por Android (de várias marcas), enquanto a Apple fica com 42,6%. A VW afirma, sem marcar prazo, que virá uma atualização para atender ambos os sistemas. Também não há carregamento do celular por indução. 

A central da nova picape Strada, à venda nas concessionárias provavelmente em julho, pouco antes que o Nivus (previsto para agosto), já atende iOS e Android sem cabo. Há rumores que a Fiat também estaria acertando com a operadora TIM oferecer, como a GM, internet a bordo roteável para vários aparelhos. 


CAMPANHA DE SEGURANÇA MAIO AMARELO 2020 

Depois de sete anos de ações contínuas, a Campanha Maio Amarelo do Observatório Nacional de Segurança Viária (ONSV) este ano está prejudicada, mas não suspensa. Por conta da pandemia do coronavírus, as duas aberturas previstas, uma em Blumenau (SC) e outra em Montevidéu, capital uruguaia, foram suspensas. Em comum acordo com o Denatran as ações presenciais ficaram para setembro, quando se realiza a Semana Nacional de Trânsito. 

O Maio Amarelo 2020 acontecerá somente mediante contato virtual em sites, redes sociais ou aplicativos de mensagens instantâneas por celulares, computadores e tabletes. O Maio Amarelo levará mensagens de um trânsito seguro mesmo sem o encontro de pessoas. 

Mote deste ano: “Perceba o risco. Proteja a vida”. Aos smartphones caberá a maior penetração prevista por meio de GIFs, vídeos curiosos, figurinhas, mensagens de áudio, posts e stories em todos os canais mais populares como Instagram, Twitter, YouTube e Facebook. 

Para Aurélio Ramalho, presidente do ONSV, há certa acomodação em relação ao tema. E dá exemplos. 

“Imagine se a imprensa noticiasse os acidentes de trânsito como uma pandemia. Seria mais ou menos assim: 

• Ontem o trânsito matou 90 pessoas no Brasil e esta tem sido a média dos últimos 12 meses. 

• A maioria dos estados brasileiros tem números alarmantes de acidentes de trânsito. 

• Chegamos a mais de 32.000 mortos no trânsito em um ano. 

• Dos leitos nas emergências dos hospitais, 60% vêm sendo ocupados por acidentados de trânsito. 

• Diariamente, mais de 650 pessoas deixam os hospitais com sequelas permanentes. 

• Em um ano teremos em torno 235.000 indivíduos com algum tipo de invalidez. 

• O país gasta por dia cerca de R$ 130 milhões, ou seja, quase R$ 50 bilhões anuais em razão de acidentes de trânsito. Isso significa aproximadamente 60% do que será economizado pela reforma da Previdência Social em 10 anos.” 

O site oficial está em https://maioamarelo.com/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens da semana