terça-feira, 18 de agosto de 2020

Alpha Serviços: Modificações no sistema de iluminação veicular exigem atenção




Cuidados na instalação de faróis auxiliares garantem um resultado seguro e legalizado

Na busca pela diferenciação do próprio veículo, muitos motoristas investem em acessórios e itens de personalização, inclusive modificando o sistema de iluminação original. Ao optar por este tipo de procedimento, o consumidor deve atentar-se para não incorrer em ilegalidade ou se expor à insegurança.

“A escolha criteriosa do farol reduz a possibilidade de problemas, tais como desempenho irregular e baixa durabilidade. Como na aquisição de qualquer autopeça, averiguar a procedência é fundamental. No caso das lâmpadas, estas devem estar certificadas pelo INMETRO”, destaca Carlos Moura, coordenador de P&D da Arteb. 

A instalação de faróis auxiliares é um procedimento comum e legalizado. Além de renovar o design, a presença de um novo par de faróis aprimora a visibilidade, conferindo mais segurança e conforto ao motorista. 

Cuidados na Escolha

Faróis auxiliares, como os de neblina e os de longo alcance, não estão presentes nas versões básicas dos carros populares, pois a lei os classifica como opcionais e, por esta razão, é grande a procura por estes dispositivos luminosos no mercado de acessórios. No entanto, a incorporação destes faróis precisa seguir as diretrizes da lei brasileira, contidas na Resolução 292 do CONTRAN. 

Uso Correto 

Uma vez modificado o sistema de iluminação, o motorista deve atentar-se ao uso adequado dos novos faróis. O auxiliar de neblina destina-se a situações de baixa visibilidade natural por neblina. Já o de longo alcance tem a mesma funcionalidade do farol alto, destina-se a prover visibilidade adicional e em profundidade, portanto não pode ser acionado em locais com iluminação pública e/ou na presença de outros veículos. 

Enfim, modificar o sistema de iluminação é uma alternativa de múltiplas vantagens, da renovação do design ao aprimoramento da experiência de direção, ampliando a segurança e o conforto. No entanto, por se tratar de itens de segurança, o acréscimo de faróis auxiliares requer amparo legal. Assim, cabe ao consumidor atentar-se aos fatores envolvidos para uma escolha segura, esclarecida e criteriosa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens da semana