sexta-feira, 11 de dezembro de 2020

Alpha Notícias: Em 2024 quase todos veículos no Brasil serão equipados com direção elétrica




ZF chega ao número de quatro milhões de colunas de direção elétricas - EPS produzidas no País

A ZF alcançou a produção de quatro milhões de colunas de direção elétricas em sua unidade industrial de Limeira, SP. As colunas de direção elétricas começaram a ser produzidas no Brasil, pioneiramente pela ZF em 2012 e, desde então, houve um crescimento contínuo na demanda e produção deste componente, o que levou a marca à liderança de mercado. 


“O crescimento de demanda e produção se deve aos novos requisitos de eficiência energética e redução de emissões, melhora no conforto e segurança ao dirigir, além de ser sustentável, em comparação com a direção hidráulica, pois dispensa a bomba de fluído hidráulico. No âmbito global e tecnológico, o aumento da curva de aplicação do EPS também está voltado à tendência de eletrificação e direção autônoma”, explica Matheus Della Coletta, Gerente Sênior de Vendas da ZF.

O maior pico de produção ocorreu ano passado, com a fabricação de cerca de 1.100 milhão de unidades, com o fornecimento direcionado a modelos das principais montadoras do Brasil, dentre elas FCA, Ford, GM e Volkswagen. Em 2012, início da produção, o número era de 40 mil unidades. 

De acordo com estudos da ZF, em 2009, 89% dos veículos leves produzidos no Brasil eram equipados com sistemas de direção hidráulicos ou mecânicos e somente 11% possuíam direção elétrica. Em 2020 essa relação se inverteu significativamente e passou a ser de 27% para hidráulicos/mecânicos e 73% para sistemas elétricos. “Estimamos que a partir de 2024 a taxa de aplicação da direção elétrica possa chegar a 90% no mercado nacional”, disse. 

De acordo com o executivo, atualmente as direções elétricas produzidas localmente pela ZF contam com o conceito em que a coluna é interligada a uma Unidade de Controle Central - ECU e um motor, com designs específicos para cada modelo de veículo e montadora. 

Assim como as vendas e produção, a infraestrutura da ZF para atender essa transformação também mudou ao longo deste período. Hoje são quatro linhas de produção voltadas exclusivamente para esse componente. Em 2012 tínhamos apenas uma linha de produção. Em 2015 acrescentamos mais uma linha, duas em 2016, e atualmente estamos em fase de expansão em fase final de implantação de mais uma linha de produção que será ativada no final de 2020”, prevê. 

“No próximo ano a ZF terá cinco linhas dedicadas exclusivamente à produção de colunas elétricas. Alcançamos um índice de nacionalização de cerca de 40%. Hoje trabalhamos com a coluna (gear box) nacionalizada e também com a Unidade de Controle Eletrônico - ECU - e estamos em constante busca para aumentar a cada dia o índice de nacionalização deste componente”, finaliza.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens da semana