sexta-feira, 18 de junho de 2021

Alpha Notícias: Preço do etanol avança e ultrapassa R$5,00 nos postos




Aumento de 3,77% no início de junho fez o preço do combustível disparar

O preço médio do etanol ultrapassou a marca de R$5,00 neste início de junho, após aumento de 3,77% na comparação com o fechamento de maio. O combustível foi comercializado a R$ 5,004, enquanto a gasolina tem preço médio de R$ 5,853 nos postos brasileiros, alta de 0,95%.

“O aumento de preços do etanol é significativo. Em janeiro, nenhum combustível no Brasil era encontrado com média de preços acima de R$ 5,00. Agora, etanol e gasolina são comercializados nesta faixa”, pontua Douglas Pina, Head de Mercado Urbano da Edenred Brasil.

Duas regiões brasileiras ainda registram médias abaixo de R$ 5,00 para o etanol. O valor por litro no Centro-Oeste é o mais baixo do País, a R$ 4,546. A região também apresentou o menor aumento, de 0,35% em relação ao fechamento de maio. No Sudeste, o combustível foi encontrado a R$ 4,861.

O etanol mais caro foi comercializado na Região Nordeste, a R$ 5,133. Também nos postos nordestinos foi registrado o maior aumento de preços, de 4,93%. Em relação à gasolina, a maior alta também esteve na região, de 1,68%.

A gasolina mais cara foi encontrada no Sudeste, a R$ 5,953, e a mais barata no Sul, a R$ 5,678. O menor aumento foi registrado na Região Norte, de 0,03% na comparação com o fechamento do mês anterior.

No recorte entre estados, o etanol mais caro foi encontrado no Rio Grande do Sul, a R$ 5,675. O combustível com menor preço médio esteve em São Paulo, a R$ 4,204. Já o Rio Grande do Norte apresentou o maior aumento, de 13,39%, e nenhum estado mostrou redução.

Também nos postos potiguares foi identificado o maior aumento da gasolina, de 3,23%. Já a gasolina com maior preço médio por litro foi registrada no Acre, a R$ 6,390. Em outro estado do Norte, o Amazonas, o combustível mais barato foi encontrado, a R$ 5,261. Os postos amazonenses também apresentaram a maior redução no preço médio da gasolina, de 2,39%.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens da semana