quarta-feira, 9 de junho de 2021

Alpha Pesados: TE Connectivity oferece ampla conectividade para veículos comerciais e máquinas agrícolas




Empresa tem expectativa de comercializar cerca de mil antenas 4G/GNSS por ano no Brasil

A TE Connectivity, empresa de alta tecnologia que desenvolve e produz componentes elétricos e eletrônicos para montadoras de autoveículos e sistemistas, além de atender demandas das indústrias de eletrodomésticos, marítima e aeroespacial, oferece também no Brasil a antena 4G/GNSS para máquinas agrícolas e veículos comerciais. A tecnologia está sendo importada dos Estados Unidos e é aplicada para comunicação celular 4G e 3G e para Geolocalização GNSS (GPS, Glonass, Galileo e Beidou).


“Temos uma expectativa de comercializar cerca de mil antenas 4G/GNSS por ano no Brasil e, embora seja utilizada em inicialmente no setor agrícola, sua tecnologia também pode ser aplicada em outros veículos. Inclusive, outras soluções desta linha de produtos já estão presentes em caminhões, por exemplo”, disse Rodrigo Minghini, Gerente de Produto responsável pela linha Hirschmann Mobility da TE Connectivity no Brasil.

“A TE Connectivity enxerga todas as tecnologias de conectividade como objetivo de novos negócios. O aumento de produtividade pela agricultura de precisão é um dos benefícios que essas tecnologias podem trazem ao setor, que hoje lidera o PIB brasileiro com 26,6% de participação entre as principais atividades econômicas do País. A 4G/GNSS faz parte da nossa ampla linha de antenas para uma variedade de aplicações automotivas, de transporte comercial, ferroviárias e de dispositivos de consumo com transmissões de alta qualidade”, explica Xavier Jareno, Gerente de Marketing de Produtos da TE Connectivity.

Em razão do domínio de tecnologias de conexões para todos os tipos de sinais elétricos e de comunicação, a TE Connectivity pode fornecer com junto a antena 4G/GNSS soluções completas até a interface de aplicação do sinal captado pelo equipamento.

Antena 4G/GNSS

A conexão da antena ocorre em razão do módulo de controle no trator que agrega várias informações, inclusive sua geolocalização, que é estimada através do sinal GPS. Esses dados devem então ser transmitidos para uma central que processa os dados de cada veículo e a transmissão é feita pela parte da antena responsável pela comunicação 4G (celular).

O gerenciamento de informações e seu desempenho operacional dependem de vários aspectos da aplicação, como a demanda do usuário, o serviço de coleta de dados contratado e as demais tecnologias embarcadas nos veículos.

Inicialmente os dados são processados por um serviço terceiro e depois disponibilizados ao usuário para tomada de decisão.

De acordo com Minghini, “normalmente a antena 4G/GNSS fica instalada no teto para que haja acesso livre aos sinais de rádio dos satélites e das estações de celular. Mas pode facilmente ser aplicada em várias superfícies ou carcaças plásticas por possuir interface adesiva para a aplicação”, finaliza.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens da semana