Campanha AACD Teleton 2021

Cursos Mecânica Online

terça-feira, 21 de setembro de 2021

Alpha Motos: "Veículo Elétrico Latino-Americano" apresenta universo elétrico das motocicletas




Evento contará com lançamento de diversos modelos

Pelo menos duas marcas de motos elétricas confirmaram presença no “Veículo Elétrico Latino-Americano”: Shineray e Bull Motors. A Shineray anuncia que fará três lançamentos: as motos SE1, SE2 e SHE 3000 – que chegam às lojas entre novembro e o início de 2022. A Bull revela a produção local das suas motos elétricas.


Segundo José Edson, diretor de Operações da empresa, a Shineray levará cerca de 17 veículos, incluindo 10 modelos diferentes, entre scooters (derivados de patinetes elétricos, com 2.000 W de potência) e cicloelétricos de 2.300 W.

O modelo SHE 3000, por exemplo, é um Street elétrico, com potência de 3.000 W, o que vai proporcionar um aumento de desempenho significativo em relação aos modelos atuais. A SHE 3000 terá autonomia de até 120 km e será capaz de atingir uma velocidade de 80 km/h.

As motos elétricas da Shineray custam entre R$ 7.390 e R$ 16.990 em Recife (PE) - para outras regiões, o preço muda um pouco em função de frete e impostos. A Shineray vendeu, incluindo motos à combustão, perto de 20.000 unidades em 2020 e planeja dobrar esse volume neste ano. Suas vendas de elétricos tiveram início em janeiro de 2021 e devem atingir entre 8 e 10 mil veículos até dezembro (volume já incluso na previsão de 40.000 unidades).

Criada em 2003, a Bull Motors comercializa suas motos elétricas desde 2015 com a marca Íon. A empresa comercializa três modelos (com preços entre R$ 11.499 e R$ 13.499), e todos serão expostos em seu estande. Os modelos Eko City e Eko Sport possuem potência de 1.200 W, enquanto o Eko Hunter tem 2.000 W.

As motos elétricas da Bull são montadas em Aparecida de Goiânia (GO), pelo regime CKD, num investimento de R$ 10 milhões. Mas a empresa está investindo mais R$ 10 milhões para iniciar a produção local de suas elétricas, em local ainda não divulgado.

“100% dos fornecedores serão brasileiros. Vamos democratizar esse tipo de veículo a partir de 2022. Os preços vão cair de 15% a 20%. É um produto que veio para ficar”, informa Felipe Nunes, diretor Financeiro e de Operações da empresa.

As motos da Bull são equipadas com baterias que possuem Grafeno em sua composição, o que lhes garante maior durabilidade e autonomia. É a única empresa do País a utilizar essa tecnologia. A Bull Motors ainda possui descarte certificado das baterias.

O “Veículo Elétrico Latino-Americano” será um dos maiores e mais importantes eventos brasileiros da área da eletromobilidade. Será realizado em São Paulo (SP) e incluirá o “Congresso da Mobilidade e Veículos Elétricos” (C-MOVE), entre 22 e 24 de setembro, no auditório do Museu do Futebol, no Estádio do Pacaembu; a exposição de veículos, produtos e tecnologias com test-drive de elétricos, na Praça Charles Miller, entre 23 e 25 de setembro e que contará com a participação da Becomex, que com seu trabalho contribui para o aumento da competitividade das empresas, possibilitando a redução dos custos tributários; e também o “Dia da Mobilidade Elétrica”, um passeio com veículos elétrico no dia 25.

Mais informações em www.velatinoamericano.com.br.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens da semana