Campanha AACD Teleton 2021

Cursos Mecânica Online

quinta-feira, 30 de setembro de 2021

Coluna "Mecânica Online": Tecnologia é fundamental para um trânsito mais seguro




Tarcisio Dias*

A evolução do automóvel é visível para todos, mas ela é mais importante quando permite uma convivência sadia para todos os atores do cenário da mobilidade, não apenas o meio de transporte, mas o motorista, passageiros, demais veículos, pedestres e todo sistema relacionado com a mobilidade.


A busca não apenas por uma mobilidade eficiente e sustentável é constante e para isso a contribuição tecnológica é fundamental para um trânsito mais seguro.

De acordo com a Organização das Nações Unidas (ONU), 1,35 milhão de mortes no trânsito são registradas anualmente em todo o mundo. No Brasil, os acidentes em vias públicas envolvem, por ano, cerca de 400 mil pessoas, sendo que mais de 45 mil não sobrevivem. Segundo o Observatório Nacional de Segurança Viária (ONSV), 90% das ocorrências acontecem por falha humana.

A indústria automotiva continua buscando alternativas na direção da mobilidade segura e confortável.

Tenho acompanhado o surgimento de soluções e tecnologias inteligentes a fim de transformar a vida das pessoas e inovar a relação que elas têm com a mobilidade, e um bom exemplo disso, são as soluções inteligentes de assistência ao motorista, cada vez mais comuns.

Assistente de permanência na faixa

Quantas vezes seu carro já foi fechado por outro veículo pela falta de indicação da seta ou, até mesmo sem a intenção, um carro invade a outra faixa?

Quando o Assistente de permanência na faixa detecta que o veículo está prestes a deixar sua faixa de rolagem involuntariamente, a função é acionada, o motorista é alertado e o sistema atua para corrigir a trajetória mantendo o veículo dentro da faixa de rolagem. O condutor pode assumir o controle da função a qualquer momento e com isso se mantém responsável pelo veículo.

Câmera de ré - A falta de visão traseira e a existência de pontos cegos durante manobras nas quais a marcha ré está engatada podem resultar em colisões ou em acidentes, como o atropelamento de pedestres e animais. Considerada um item de segurança, hoje a câmera de ré está presente em vários modelos de veículos.

Além disso, a câmera de ré é considerada um item de conforto e assistência ao condutor, pois facilita e agiliza situações de manobras e estacionamento em locais com pouca visibilidade ou muito apertados.

Frenagem Automática de Emergência

Tecnologia que contribui para aumentar a segurança no trânsito, já que ela visa reduzir as colisões traseiras em veículos.

O sistema é formado por radar e/ou câmera, dessa forma conseguindo analisar o tráfego e identificar os potenciais obstáculos, freando o veículo e alertando o motorista. Se não houver resposta, o próprio sistema aciona a frenagem completa, evitando uma batida ou, quando não possível, reduzindo a intensidade da colisão.

Programa Eletrônico de Estabilidade

É um item essencial, especialmente quando as rodovias estão molhadas, escorregadias, ao desviar de obstáculos inesperados como animais na estrada ou até mesmo ao fazer uma curva brusca e fechada.

Até 80% de todos os acidentes por derrapagem podem ser evitados com essa tecnologia, pois combina as funções do Sistema Antibloqueio de Frenagem e o Sistema de Controle de Tração, além de detectar movimentos de derrapagem do veículo e agir de forma a neutralizá-los prontamente.

O PROGRAMA ELETRÔNICO DE ESTABILIDADE PODE EVITAR ATÉ 80% DE TODOS OS ACIDENTES CAUSADOS POR DERRAPAGEM

O sistema utiliza informações sobre a dinâmica do veículo para detectar se ele está na mesma direção em que o motorista deseja. Caso haja discrepância entre estes dois fatores, o sistema intervém. Pode parecer simples, mas o processo é, de fato, complexo.

Sensores inteligentes auxiliam na comparação do ângulo de esterço e a trajetória do veículo 25 vezes por segundo. Se os dois divergirem, a tecnologia controla o torque do motor automaticamente e freia as rodas individualmente. Dessa forma, o sistema ajuda o motorista a evitar que o veículo derrape.

Carros autônomos e suas tecnologias

O carro autônomo, em seu nível mais elevado, é um veículo que não depende de um ser humano para ser conduzido. Ele é projetado para seguir até o destino sem a necessidade de uma pessoa realizar qualquer ação, pois seus computadores cumprem o papel do motorista.

A Bosch e a Daimler conquistaram um marco histórico no caminho para a direção autônoma: as duas empresas obtiveram a aprovação de relevantes autoridades em Baden-Württemberg, na Alemanha, para o sistema de estacionamento autônomo na garagem do Museu da Mercedes-Benz, em Stuttgart.

A tecnologia é acessada por um aplicativo de celular e não requer um motorista para manobras. Isso torna o sistema de estacionamento totalmente autônomo (SAE 4) o primeiro do mundo a ser aprovado para uso diário.

As principais tecnologias presentes no carro autônomo são os sensores (como radares, câmeras, lidares), as unidades de controle eletrônica e os atuadores.

Através dos sensores o veículo consegue identificar o que está acontecendo ao seu redor, sendo capaz de entender os sinais de trânsito e semáforos, perceber a presença de obstáculos, pessoas, outros veículos e ainda se manter em sua via de rodagem.

Parte de um futuro cada vez mais próximo, o veículo autônomo e conectado provocará mudanças na rotina das pessoas e na forma como enxergam os meios de locomoção. Iniciativas de hoje e de amanhã vão revolucionar nossa locomoção nas grandes cidades.

Você já imaginou como será a mobilidade do futuro? Os prognósticos ainda não são precisos, mas montadoras e especialistas do setor automotivo avaliam que o veículo autônomo estará à disposição dos consumidores na próxima década.

Ao promover um sistema totalmente autônomo e sem o motorista na direção, a indústria automotiva quer melhorar o fluxo do tráfego urbano, aprimorar a segurança rodoviária e construir um importante alicerce para a mobilidade do futuro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens da semana