Campanha AACD Teleton 2021

Cursos Mecânica Online

segunda-feira, 11 de outubro de 2021

Alpha Notícias: Nissan quer atingir a neutralidade de carbono até 2050




Tecnologias inovadoras de manufatura fazem parte da iniciativa Nissan Intelligent Factory

A Nissan revelou uma linha de produção em sua planta de Tochigi, no Japão, baseada na iniciativa Nissan Intelligent Factory. Esta iniciativa única permite produzir veículos de última geração por meio do uso de tecnologias inovadoras, contribuindo para atingir a neutralidade de carbono. A Nissan também anunciou um roadmap para atingir a neutralidade de carbono até 2050 em suas fábricas em todo o mundo.


"A indústria automotiva está em um período de grandes mudanças e é preciso urgentemente dar uma solução para o desafio global das mudanças climáticas. Consideramos que esta é uma oportunidade para fortalecer a área de Monozukuri (sistema de manufatura) como parte do nosso DNA, para desenvolver e aplicar tecnologias inovadoras para sobrepujar os desafios que estamos enfrentando", afirmou Hideyuki Sakamoto, vice-presidente executivo global de Manufatura e Gestão de Supply Chain na Nissan.

Nissan Intelligent Factory

Desde sua fundação, a Nissan tem aperfeiçoado sua capacidade de produzir veículos por meio de processos de produção altamente eficientes e com alta qualidade, contando com as incríveis competências dos takumis, os técnicos da empresa que atingiram um nível de maestria em suas técnicas. Por outro lado, o ambiente de negócios em torno da manufatura está passando por profundas mudanças. No Japão, há uma necessidade de romper com os tradicionais métodos de produção extenuantes, devido ao envelhecimento da sociedade e uma grande falta de mão de obra. Também é necessário gerenciar situações imprevistas, como mudanças climáticas e pandemias. Ao mesmo tempo, as tendências no setor automotivo em termos de eletrificação, inteligência veicular e tecnologias conectadas estão tornando as funcionalidades e a estrutura veicular mais avançadas e complexas.

A Nissan lançou a iniciativa Nissan Intelligent Factory em sua planta de Tochigi para responder a estas necessidades e tendências. A iniciativa Nissan Intelligent Factory permite que a Nissan:

* Use robôs que herdaram as competências dos takumis para produzir a próxima geração de veículos, com altíssima qualidade,

* Aperfeiçoe o ambiente de trabalho, para que diferentes profissionais possam trabalhar confortavelmente; e

* Opere um sistema de produção com emissão zero, permitindo acelerar seus esforços para atingir uma sociedade descarbonizada.

A previsão é que a planta de Tochigi inicie a produção do novíssimo crossover elétrico Nissan Ariya neste ano fiscal - que se encerra em 31 de março de 2022.

Atingir a neutralidade de carbono

A Nissan tem a meta de atingir a neutralidade de carbono em todas as suas operações e no ciclo de vida de seus produtos até 20501. A empresa tem a meta de alcançar a neutralidade de carbono na produção, promovendo inovações que permitirão aumentar a produtividade na montagem de veículos, começando com a iniciativa Nissan Intelligent Factory e aprimorando a eficiência energética e das instalações de suas fábricas. Os equipamentos industriais serão totalmente eletrificados até 2050, com a introdução de tecnologias de produção inovadoras e reduzindo o uso de energia. Para atingir a neutralidade de carbono em suas plantas de produção, toda a eletricidade utilizada será gerada a partir de fontes de energia renovável e/ou gerada com células de combustível nas próprias instalações, que utilizam combustíveis alternativos.

"Com a implementação global da iniciativa Nissan Intelligent Factory começando pela planta de Tochigi, poderemos produzir a próxima geração de veículos com mais flexibilidade, eficiência e eficácia, promovendo uma sociedade descarbonizada. Também continuaremos a fomentar a inovação na manufatura, para enriquecer a vida das pessoas e dar sustentação ao crescimento futuro da Nissan", disse Sakamoto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens da semana